Há 7 anos o Trazendo a Arca e Toque no Altar encerravam briga na Justiça. Relembre

Publicado em: 29/12/16 as 18:02 por Micael Batista
Compartilhe:

Há exatamente 7 anos, os membros do Ministério Trazendo a Arca e do Toque No Altar, encerravam uma briga judicial de 22 processos que se arrastava a anos na justiça.

À época, membros do Trazendo a Arca reivindicavam na justiça os direitos autorias de algumas canções, que foram gravadas pelo Toque no Altar, grupo que pertencia ao Ministério Apascentar de Nova Iguaçu, sob a liderança do pastor Marcus Gregório.
Tudo começou em 2006, quando Davi Sacer, Verônica Sacer, Luiz Arcanjo, André Rodrigues, André Mattos, Isaac Ramos e Ronald Fonseca, decidiram sair do Toque no Altar, devido questões que nunca foram reveladas com clareza, e montaram o então Trazendo a Arca. 
No dia 29 de Dezembro de 2009, o grupo se reuniu em uma reunião a portas fechadas com membros do então Trazendo a Arca e do recém reformado, Toque no Altar.
O encontro foi mediado pelos pastores Silas Malafaia e Jabes de Alencar
Jabes inclusive, tem fama de apaziguador, não é de hoje que ele é chamado para resolver certos pepinos.
Naturalmente o pastor Marcus Gregório estava presente e depois de um período de quebrantamento, finalmente chegava ao fim, um tempo de escuridão que pairava sobre os dois grupos.

Leia: Davi e Verônica Sacer cataram no casamento de Wesley Safadão

O dia ficou marcado, pelo perdão liberado entre os os músicos e a a liderança da igreja.
Meses depois, Davi Sacer voltou a congregar no Ministério Apascentar e iniciou sua carreira solo, saindo do grupo Trazendo a Arca.
Mais tarde pelo o maestro Ronald Fonseca também anunciou sua saída do Trazendo a Arca.
Compartilhe: