5 Vezes em que Silas Malafaia nos encheu de orgulho


Publicado em: 18/12/16 às 17:58 por Micael Batista


Compartilhe:
Pastor Silas Malafaia | Foto divulgação

O pastor Silas Malafaia vem sendo duramente atacado nas mídias sociais e sendo alvo do judiciário devido suas manifestações de repúdio na web, o que lhe é assegurado pela constituição.

No entanto, apesar do duro massacre que vem sofrendo por parte da opinião pública,  e de muitos líderes religiosos que também se enquadram na lista dos que são contrários as manifestações do pastor Silas, vale fazer uma breve reflexão sobre algumas atitudes de Malafaia no passado.

Para isso, O Fuxico Gospel decidiu enumerar pelo menos 5 vezes em que Malafaia fez o que nenhum outro pastor teve a coragem de fazer, principalmente na posição dele, em que, um simples twitte é capaz de lhe render uma condução coercitiva.

Então vejamos, será que você será capaz de lembrar alguns desses episódios?

1 – Debate na Globo

Em 2013, O pastor Silas Malafaia participou do Programa “Na Moral” da Rede Globo.
O programa convidou Malafaia para um debate direto com o Deputado Federal Jean Wyllis.
Quem acompanha os sites de notícias gospel, sabe que Wyllis tem Malafaia como seu “arqui inimigo”, e sabem também do temperamento descontrolado que ele tem.
Mesmo assim, Malafaia se expôs e foi até a Rede Globo, ficar cara-a-cara com Jean Wyllis e defender os interesses da família cristã. A saber, não legalização do aborto, não liberação das drogas, ideologia de gênero, entre outros assuntos que a Globo adora defender e Malafaia é especialista em se opor.
No fim, Jean Wyllis não compareceu, porém, Malafaia não deixou de ser atacado, Pedro Bial, Jô Soares, Silvio de Abreu, e a desembargadora Maria Berenice Dias, apertaram o quanto puderam, porém, Silas Malafaia representou e muito bem as famílias cristãs.

2 – Boicote ao Boticário

Em 2015, a empresa de cosméticos “O Boticário”, passou a divulgar na TV, um comercial especial do dia dos namorados.
No vídeo em que casais trocavam presentes, foram colocados também alguns casais homossexuais.
Ao ver que o comercial estava sendo exibido na TV aberta, e que isso poderia influenciar ainda mais para a causa gay, Malafaia decidiu então propor um boicote a marca.
Fez um vídeo e convocou o povo a não comprar produtos do Boticário.
Sua posição em defender os interesses da família mais uma vez, lhe duras criticas por parte da imprensa, mas também, até mesmo por parte de alguns evangélicos.
Apesar de tudo, sua manifestação e indignação publica, serviu para mostrar que a maioria pode se unir e dizer “NÃO”.

3 – “O STF não é maior que a Constituição”

O pastor Silas Malafaia esteve em 2015, na Câmara dos deputados, onde atacou duramente o STF (Supremo Tribunal Federal).
Se você não sabe, o STF é o mais importante órgão da cúpula do poder judiciário.
No ano passado, eles concederam ainda mais direitos a comunidade LGBT, e esse foi um dos motivos que levou Malafaia a ir a câmara, defender mais uma vez os direitos da família tradicional.
Hora vaiado, hora aplaudido, Malafaia de novo voltou a ser criticado nas mídias sociais pela sua atitude, e de novo, parte dos que o criticaram foram os que confessam a mesma fé.

4 – Ato Profético em Brasilia

Em Maio deste ano, Malafaia convocou um ato profético em Brasilia, logo após a queda do PT.
O ato reuniu milhares de pastores e evangélicos do país inteiro, que migraram até a capital da nação, para interceder contra a corrupção e pedir por um novo tempo em nosso país.
De novo, estava Silas Malafaia em Brasilia, dessa vez de joelhos, liderando um clamor pela nossa nação.

5 – A lista negra do Malafaia

Essa lista foi composta por partidos políticos, dos quais, Malafaia sugeriu que os evangélicos não votassem.
Mas, onde está o mérito nisso?
O mérito está na própria lista.
O sistema de votação no Brasil, propicia que o voto favoreça a uma legenda, e não a um candidato.
Malafaia pede que o povo não votem nos partidos que defendem o aborto, legalização das drogas, ideologia de gênero e diversos outros projetos arquitetados para destruir as famílias.
Não votando nestes partidos, você também estaria defendendo a mesma causa que Malafaia.
Porém, mas uma vez o povo prefere ser manipulado e seguir a boiada.
Por fim, seria muito mais fácil para o pastor Silas Malafaia, simplesmente cuidar de suas empresas, abrir ainda mais igrejas e viver sua vida sem ter que se preocupar com criticas e polêmicas, mas ele prefere ser a voz que clama no deserto.
Gloria a Deus por isso.
Compartilhe:



Mais artigos

Cantor gospel retoma carreira após 8 anos na administração pública

Alessandro é filho de missionários e viveu na África e em várias cidades do Brasil


Deputado Sóstenes Cavalcante defende vereador “Negro e Gay” contra ataque de Ciro

Sóstenes gritou 12 vezes a frase "Ciro Gomes Caloteiro!", durante sua fala no plenário da Câmara


“Número mágico” do Gideões causa estranheza em seus contribuintes

O Gideões Missionários da Última Hora continua usando o mesmo número de famílias assistidas pela instituição há cinco anos


Cantores gospel passam vergonha ao compartilhar suposta redução de 7% no alcance do Instagram

Os cantores gospel não foram os únicos, muitos pastores evangélicos também compartilharam a mesma história


De Feliciano à Sóstenes Cavalcante; Veja quanto 10 deputados evangélicos gastaram da cota parlamentar

Pesquisamos quanto esses deputados evangélicos usaram da cota parlamentar durante o mandato


Aos 65, Benny Hinn posta foto rara ao lado dos filhos

Benny Hinn, um dos mais populares televangelista do mundo na atualidade


Bianca Toledo celebra cerimônia de casamento e choca internautas

Bianca Toledo acaba de casar pela terceira vez e já paga de "casamenteira gospel"


Entre o gospel e o profano; Mara Maravilha é contratada pela Netflix

A cantora gospel Mara Maravilha será garota propaganda de uma nova série da Netflix


CGADB, CADB E CONAMAD, Comemoram 107 anos das Assembleia de Deus

A igreja fundada pelos missionários Daniel Berge Gunnar Vingren, atualmente é comandada por três famílias


Ap. Agenor Duque visita igreja no meio de um lixão e faz desabafo em áudio vazado

Além dos membros que somam mais de 20 mil, a igreja recebe fiéis do mundo inteiro anualmente