noticias gospel

Porque o Natal é a festa que mais mata pessoas? Descubra

Publicado em: 24/12/16 as 12:16 por Micael Batista

Compartilhe:

O Natal é uma das festas mais celebradas no mundo, ele costuma ser um momento em que as pessoas fazem uma reflexão sobre o nascimento de Cristo, e por isso, ficam mais maleáveis, mas amáveis e procuram deixar que o espirito natalino os invada, tornando-os pessoas diferentes.

É também no Natal, que as famílias se juntam para uma ceia repleta de variedades, cada uma leva seu prato e compartilha com o próximo em uma mesa cheia de união e harmonia, certo? Na teoria, é exatamente isso que acontece, mas na prática, a história muda.

A verdade sobre o Natal, não o fato que Jesus não nasceu em Dezembro, é claro que  não nasceu. A própria bíblia indica que ele provavelmente nasceu em Outubro, já que em Dezembro o inverno era intenso, e era impossível João e Maria terem viajado a Judeia debaixo de tanta chuva e montados em um jegue. leia Cant 2:11 e Esd 10:9,13.

O grande problema no Natal, é mais intenso e dolorido do que as teorias da conspiração sobre ele, envolve sangue e choro, e deixa viúvas e orfãos todos os anos.

Leia: Veja o que Agenor Duque foi capaz de faz neste Natal

Quer saber qual é o grande problema do Natal?

Pesquisas comprovam que o índice de acidentes de trânsito, quase dobram no período do Natal, e o número de vítimas fatais, representam um terço do das mortes de trânsito em relação ao ano todo.
É por isso que a polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar intensificam as blitz e operações da lei seca.
A bebida alcoólica tem sido a alma do Natal a muitos anos, e ela tem ceifado milhares de famílias que pegam a estrada para se reencontrar com parentes e amigos.
Além dos acidentes de trânsito, é neste período que mais são registrados brigas e confusões em que são também registrado vitimas fatais.

Você já tinha reparado isso?
Comente abaixo

Compartilhe: