noticias gospel

Presidente da Assembleia de Deus agride pastor durante discussão

Publicado em: 03/11/16 as 18:33 por Micael Batista

Compartilhe:

Um pastor da Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira, em Campinas, foi agredido verbalmente e fisicamente pelo pastor presidente da instituição. Esmael Nascimento dos Santos, de 44 anos, registrou um boletim de ocorrência (BO) contra Manoel Ferreira Neto, que comanda a igreja, e fez exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML).
De acordo com o religioso agredido, Neto o teria convocado para uma reunião na sede da igreja na Rua Barão de Parnaíba, no Centro. Santos contou que surgiu um boato de que ele iria abrir uma igreja e Neto queria saber sobre o assunto. Santos informou ao presidente da igreja que não sabia de nada e que era apenas boato. Ele relatou que Neto teria se exaltado e o agrediu verbalmente. “No momento que deixei a sala onde estávamos, o pastor chamou outros membros da diretoria e me cercaram. “Ao virar e dizer para me respeitar, o pastor Neto me deu um tapa no rosto”, contou.
Santos chamou a Polícia Militar e foi encaminhado até o 1º Distrito Policial (DP) e registrou um BO contra o presidente da instituição. “Vou entrar com uma ação, isso não pode voltar acontecer com outras pessoas”, disse.
Santos informou que há algum tempo vinha discordando com atitudes que a igreja impunha, como arrecadação de ofertas, falar de política dentro dos templos, entre outras coisas. “Já tentaram me tirar do ministério por não aceitar certas condições e tentaram achar algo de errado que teria feito, mas não conseguiram. Esse era um dos motivos que ele tinha pedido a minha saída da instituição anteriormente”, disse.
Há 19 anos Santos dirigia uma unidade da Igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira no bairro Jardim Nossa Senhora de Lourdes, conhecida como igreja Sete Quedas.

Com informações: Correio Popular
Compartilhe: