“A maioria dos padres na atualidade é gay”, diz Padre Beto


Publicado em: 21/01/16 às 12:56 por Micael Batista


Compartilhe:

Neste sábado (23), Roberto Francisco Daniel, mais conhecido como Padre Beto, excomungado pela Igreja Católica, vai a Trancoso, Sul da Bahia, realizar o quarto casamento homoafetivo de sua trajetória. A cerimônia celebrada num dos destinos preferidos para trocar votos, unirá dois médicos.

O padre acredita que tornou-se uma referência para a comunidade LGBT. “Não sou um sacerdote de nenhuma igreja chamada de inclusiva e muito menos lido com a questão como se fosse excepcional. Apenas vejo pessoas humanas que se amam e desejam construir um projeto de vida juntos”, diz.

Os noivos, Alberto Cordeiro e Augusto Romão, conheceram Beto por pesquisas na Internet e se interessarem pelo perfil do padre. ‘’Sempre fomos muito religiosos e buscávamos alguém para celebrar nosso casamento, mas por causas óbvias tivemos negativas da Igreja Católica’’, conta o casal.

Padre Beto diz que vê os gays com naturalidade para que todos possam desfrutar do casamento como qualquer outra pessoa. “Nós seremos verdadeiramente religiosos quando enxergarmos gays, héteros, lésbicas, bissexuais, transexuais, negros, brancos, enfim, qualquer ser humano como um filho de Deus. Este é o futuro”, afirma.

O padre foi excomungado em abril de 2013 pela Diocese de Bauru (SP) por ter se recusado a pedir o perdão exigido por seu bispo após discutir abertamente a moral sexual cristã. O sacerdote defende pensamentos condenados pela Igreja Católica, como a homossexualidade.

“A Igreja Católica ainda mantém sua postura absurda de condenar os gays ao celibato. Por isso os padres são impedidos de realizar casamentos de gays, pois família para a Igreja Católica é formada de homem e mulher. O que é um absurdo.”

Beto diz ainda que existem padres que pensam exatamente como ele, somente não expõem suas ideias por medo da penalidade que sofreu. “Não sabem o que estão perdendo, pois hoje me sinto muito mais feliz e livre para amar. Como também existem muitos padres gays na Igreja Católica”, afirma.

“Aliás, acredito que a maioria dos padres na atualidade é gay. Alguns vivem no celibato e outros mantêm uma vida dupla, ou seja, acabam vivendo sua sexualidade tranquilamente com parceiros, apesar de manterem o discurso da Igreja frente a seu rebanho”, completa.

Compartilhe:



Mais artigos

Bianca Toledo não resiste e quebra promessa dois meses após terceiro casamento

Bianca Toledo casou em Maio com Leandro Miranda


Ele venceu o câncer: Saiba o que mudou na vida do pastor Cristian Oliveira

Um mês após anunciar a cura da doença, veja como está o pastor atualmente


Aline Barros toma decisão, vira o jogo no mercado gospel e se recusa a ficar na geladeira

Aline Barros ainda é um dos principais nomes da música gospel no Brasil e na America Latina


Vídeo: Pastor famoso leva soco no rosto após se envolver em acidente de trânsito

O pastor já foi um dos principais nomes do Gideões Missionários da Última Hora


Chris Durán comemora vitória da França e recebe apoio de artistas do mundo gospel

Chris Durán é filho de pai francês e mãe espanhola das "ilhas Canárias", e atualmente radicado no Rio de Janeiro, Brasil


Afrontosa: Perlla tira foto sensual em frente a Igreja Universal e provoca evangélicos

Perlla saiu da música gospel há exatamente um ano


Cantor gospel Davi Sacer anuncia novo projeto e internautas comemoram

O projeto é em Parceria com o músico e compositor Luiz Moreira


Pastor Otoni de Paula revela plano secreto da Globo para “derrubar” Crivella

O pastor Otoni de Paula é conhecido por se envolver em polêmicas pautas em relação a defesa da família


Pastor Marcus Salles grava vídeo e desabafa sobre louvor nas igrejas: “Menos modinha, e mais atenção na palavra”

O ex- vocalista do "Quatro por Um" falou sobre a escolha do repertório para se tocar na igreja


Urgente! Presidente da Assembléia de Deus que leiloou igrejas aceitou deixar o cargo

A informação passou a circular na cidade de Maringá - PR, acompanhada de uma convocação extraordinária