noticias gospel

Exclusivo: Irmão Lázaro abre o jogo, e diz que o preço dos produtos “gospel” é muito caro

Publicado em: 11/09/15 as 21:51 por Micael Batista

Compartilhe:
Em meio a um cenário gospel tão cheio de polêmicas e escândalos o O Fuxico Gospel falou com exclusividade com o Irmão Lázaro, para saber sua opinião sobre diversos fatos que marcaram no meio evangélico nos últimos dias.
Ninguém melhor que Lázaro pra falar sobre; Mercado gospel, religiosos na politica e outras coisas mais.
Leia a entrevista exclusiva:



Em um período em que a visão comercial está cada vez mais visível no mercado gospel, porquê você decidiu simplesmente disponibilizar seu novo álbum para download gratuitamente na internet?

Em primeiro lugar a minha principal intenção é que o trabalho seja ouvido e em segundo lugar, como uma critica, O PREÇO dos produtos evangélicos: É MUITO caro. é logico que eu agradeço muito a Deus pelo fato de vender cd e poder canalizar o lucro tanto para obras sociais como para questões pessoais, mas, no momento, eu creio que o melhor a se fazer é isso.

Qual a sua opinião sobre os altos cachês cobrados por artistas gospel? Valores que passam dos R$100 mil reais.
Em relação a cachês, eu vejo que a mídia evangélica, às vezes, é injusta com os cantores evangélicos, pois os melhores caches que os cantores evangélicos ganham são pagos pelas prefeituras em eventos onde são pagos caches triplicados, comparados aos nossos, para bandas seculares. Eu acredito que nós deveríamos estar comemorando esse avanço ao invés de estarmos criticando. Mas, eu também entendo que não ha nenhuma lógica em cobrar valores tão altos para cantar nas igrejas, aliás, eu acredito que nenhum cantor evangélico já cobrou um valor desse pra cantar em alguma igreja.

Recentemente a cantora Bruna Karla foi surpreendida ao ser convidada para ungir canetas na Igreja Plenitude do Poder de Deus, apesar da surpresa, ela ungiu as canetas que foram distribuídas para usar no envelope do “dizimo da independência” (criado pela igreja), Como você vê esse tipo de ato profético? você ungiria as canetas?
Eu acho que ungiria, devido ao tamanho do constrangimento… rsrs. muitas vezes somos convidados para cantar nas igrejas e somos surpreendidos por toda sorte de campanhas.Eu particularmente, fico bastante constrangido, mas, não acho correto se estabelecer um confronto com o pastor da igreja. Eu, por exemplo, um dia fui convidado para ficar descalço na igreja. Bom, eu tirei os sapatos, adorei a DEUS e fui embora… rsrs.

Leia: Confira o patrimônio do Deputado Federal Irmão Lázaro

Os pastores Silas Malafaia e Marco Feliciano, ficaram famosos pela luta contra as causas homossexuais, como parlamentar e cristão, como você vê essa briga?
Eu me envolvi com a política para lutar em defesa da família e de cada cidadão brasileiro que precisa de amparo político para ter seus direitos garantidos. Acredito que esse também é o projeto do pastor Silas e do pastor Marco Feliciano. Lutar contras as causas homossexuais é apenas uma maneira, talvez distorcida, de anunciar o trabalho brilhante que é feito pela frente parlamentar evangélica no congresso nacional. e em relação ao homossexualismo, eu penso que é pecado. E em relação ao HOMOSSEXUAL eu penso que DEUS ama esse povo.

Recentemente a igreja Assembleia de Deus Madureira, decidiu liberar o divórcio de pastores, como homem de Deus, como você enxerga essa evolução?

Eu não vejo evolução nenhuma. O que eu vejo é que a igreja resolveu encarar uma realidade. Vivemos em um mundo onde as maiores preocupações são financeiras, então, nessa corrida perversa atrás do dinheiro, o ser humano esqueceu de se preparar para os relacionamentos, e por causa disso, testemunhamos, até mesmo nas igrejas, um verdadeiro festival de agressões, desrespeito e fracassos conjugais. As pessoas não se divorciam porque a igreja permite, mas sim, por que não adquiriram no curso da vida a habilidade necessária para a conjugalidade.

Leia: Fernandinho e irmão Lázaro se encontram em show na Bahia

Como você avalia a atuação de parlamentares cristãos, no atual cenário político?
Eu vou falar de mim. No atual cenário político eu faço parte da comissão de direitos do consumidor e também atuei como suplente na comissão especial que tratou do estatuto da família. Apesar, da enorme necessidade de nós, políticos cristãos, precisarmos estar atentos a um monte de leis que, transformaria o termo “Familia” em uma outra coisa. Eu vejo também que nós cristãos, precisamos nos preocupar com a sociedade como um todo , pois não me sinto apenas representante de uma denominação, mas sim de todo povo de bem. E em relação aos nobres colegas deputados cristãos eu peço a DEUS que eles também tenham esse conhecimento.

O Brasil inteiro lhe conheceu, pelo seu testemunho como ex-usuário de drogas. Agora como representante do povo, o que você tem feito para ajudar pessoas que vivem na mesma situação que você vivia?
Mesmo antes do envolvimento com a política, como forma de gratidão a Deus e às pessoas que me ajudaram na caminhada, eu já desenvolvia um trabalho social e criei um centro de recuperação com recursos próprios. até hoje acho que foram investidos quase dois milhões de reais. Tentarei, através do poder público, conseguir recursos para ampliar o numero de vagas, mas, se não consegui continuarei fazendo como antes.

Qual a sua mensagem para a igreja?
Na verdade eu não tenho uma mensagem eu tenho um súplica: “amai-vos uns aos outros, assim como Jesus nos amou.”

Qual a sua mensagem para os seus admiradores?
Obrigado pelo apoio, que Deus abençoe a vocês em tudo e muito mais.
Compartilhe: