Escândalo: 2 anos depois de escândalo, Fernandinho ainda não reembolsou produtores de evento


Publicado em: 28/09/15 às 11:47 por Micael Batista | Atualizado em 29/08/2017 às 23:42


Compartilhe:
Além de cantor, Fernandinho também é “Pastor” e artista da produtora Som Livre.

Há quase dois anos o cantor gospel Fernandinho, era a grande atração do festival gospel Sou De Cristo, na cidade de São Raimundo Nonato, Piauí. Ele não compareceu e o evento foi cancelado.

Na época os organizadores divulgaram que Fernandinho pediu o pagamento antecipado do cachê de R$ 35.000,00, além de avião para transportá-lo de Petrolina/PE até São Raimundo Nonato/PI. Porém, o voo que levaria o cantor até Petrolina atrasou, e a empresa de taxi aéreo que faria o transporte de Petrolina para São Raimundo, alegou que como o aeroporto na época não era homologado pela INFRAERO, não podendo receber voos depois das 18 horas.

O cantor entrou em contato com a organização do evento, que providenciou uma van executiva e um veículo SW4 de luxo, ao custo de 5.000,00 que seriam pagos pelos promotores do evento, para transportar o cantor e sua equipe pelos 300 km que separam as duas cidades. Segundo foi divulgado, o cantor teria dito que por via terrestre não iria a São Raimundo em hipótese alguma.

No local do evento, o pastor da Igreja responsável pelo festival criticou-o diante das cerca de mil pessoas presente no local: “Conheci o Fernandinho em um show no interior do nosso estado, onde ele chegou na cidade com um violão nas costa e de carro, hoje se julga superior e tão importante que só pode viajar de avião, tal atitude envergonha a classe protestante”.

CASO FOI PARAR NA JUSTIÇA

A NASA Produções, responsável pelo evento, que tem como empresário Nadrielson dos Santos Silva e produtor Samuel Ribeiro ficaram com todo o prejuízo causado pelo não comparecimento do artista.

Nasa Produções e o Advogado Alexandre Cerqueira entram com ação no Fórum de São Raimundo Nonato.

O contrato com o artista foi feito entre as empresas Faz Chover Produções Artísticas e Musicais LTDA e a Robson Martins Silva – ME (Corações em Chamas Produções e Eventos) e o contratante Nadrielson dos Santos Silva. O valor do contrato era de R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais), sendo que tal valor foi integralmente quitado nas datas acordadas e previstas pelo contrato.

Além do pagamento do cachê, o requerente ficou responsável pelo pagamento das despesas referentes a transporte aéreo, alimentação, hospedagem e translado do artista e de sua equipe.

A NASA Produções cumpriu com todos os pedidos feitos pelo artista, diante disse e acreditando que o artista FERNANDINHO cumpriria o contrato, a empresa contraiu diversas despesas, tais como aluguel do clube, som, iluminação, aquisição de bebidas e alimentações, prestadores de serviços, pousadas e hotéis, viagens de divulgação do evento, publicidade e várias outras.

Mais de 1300 ingressos antecipados foram vendidos, sendo que diversas caravanas de todos os recantos do estado do Piauí e estados vizinhos se deslocaram para São Raimundo Nonato, em alguns casos percorrendo mais de mil quilômetros de distância.

Os organizadores viram o clube lotado aguardando a realização do evento, sem a presença do artista o festival foi cancelado. Tal fato gerou a revolta do público que pagou pelos ingressos e ficou sabendo do cancelamento apenas no horário do show.

Os prejuízos causados pela não realização do show chegam a mais de R$ 80.000,00 mil reais. Fernandinho tenta jogar a culpa para a empresa aérea, porém o musico estava apenas a 300km de São Raimundo Nonato e se negou a vim.

Após o fiasco do evento, os empresários foram até Petrolina no dia 29/11/2013 e se encontraram pessoalmente com o empresário Robson Martins e o musico e pastor Fernandinho no Hotel Velho Chico, na conversa o clima foi tenso, porém amenizado com a falsa promessa da devolução do dinheiro. O encontro acabou com uma oração entre os presentes. Infelizmente dias depois da data combinada para devolução o empresário e o musico se esconderam nas costas do advogado Dr. Leonardo Girundi que presta serviços de assessoria jurídica para ambas as empresas envolvidas.

Segundo o advogado da Nasa Produções, Dr. Alexandre Cerqueira foi protocolado em (09/01/2014) o processo contra o artista e a empresa Faz Chover, -“Meus clientes tentaram por inúmeras vezes resolver a situação e chegar a um acordo, infelizmente o Fernandinho se negou a ressarcir o dinheiro pago. Preparamos todo o processo, com fotos, vídeos e toda a documentação. A imagem dos meus clientes foi manchada pela falta de compromisso do artista”, diz Cerqueira.

O advogado ainda disponibiliza o numero do processo para toda a população acompanhar. (Processo de Nº 00000.15-78.2014.8.18.0073).

Segundo a Nasa Produções já são dois anos de tentativas para solucionar esse problema, porém os advogados de Fernandinho fazem de tudo para adiar o processo.

A reportagem entrou em contato com o advogado de Fernandinho, Dr. Leonardo Girundi e com a produtora do artista porém não houve êxito.

Fonte: Sao Raimundo
Compartilhe:



Mais artigos

Foi um teatro, diz apóstolo sobre suposta consagração a “Rei”

Italo explica que o que realmente ocorreu foi uma peça teatral que aconteceu no ano de 2015


Cantor gospel que saiu do armário fala em voltar para igreja

"Ei Jerusalém! Fui só um passageiro em Babilônia"


Fernandinho cancela apresentação e causa transtornos para organizadores do evento

O cantor iria se apresentar na V Marcha Balsas pra Jesus, no Maranhão


Vontade de viver: Ludmila Ferber faz o inesperado e surpreende seguidores

Ludmila tem compartilhado o dia a dia de suas viagens para  ministrar, e surpreendeu seus seguidores na postagem deste domingo


Davi Sacer fica em “choque” por filha ter tomado decisão importante

"Eu e minha casa servimos ao Senhor! Parabéns pra minha princesa"


Tragédia: Pastor morre em acidente de carro quando voltava do velório da sua irmã

Sua esposa e sua sobrinha também morreram no acidente


Cantora gospel cancela apresentação por falta de cachê e fãs não perdoam

Recentemente a cantora Lauriete passou por alguns problemas na mesma cidade, Cametá, no Pará


Idolatria? Vídeo de apóstolo sendo ungido a “Rei” causa revolta e discussão na internet

O apóstolo costuma pregar usando trajes sacerdotais, um cajado, e a sua poltrona mais parece um trono


Anderson Freire fala a verdade no Instagram depois de perder o Grammy Latino

"O que é maior para Deus, a dor do filho ou o resultado do trabalho do filho?"


Cabo Daciolo dá resposta aos inimigos em post no Instagram

O parlamentar fez alguns inimigos em Brasília, mas também conquistou a simpatia de muitos brasileiros