noticias gospel

Assembleia de Deus expulsa pastor por não apoiar candidato da liderança em Manaus

Publicado em: 21/07/14 as 12:18 por Micael Batista

Compartilhe:
A igreja evangélica Assembleia de Deus está mais “Podre” do que nunca.


Aos criticos que acessam o O Fuxico Gospel apenas para comentar que o site é do cão, assistam o vídeo abaixo, e vejam a última da bleia.

Um blogueiro de Manaus, publicou um vídeo onde o pastor Moisés Melo, vice-presidente da Igreja Assembleia de Deus no Amazonas, aparece comunicando a igreja do bairro São José, em Manaus, que o pastor Pedro Moura estava sendo destituído do cargo.


Pedro Moura, 62 anos, é pastor a 30 anos e perdeu o cargo que exercia por não aceitar o projeto político da AD em Amazonas que é apoiar a reeleição do pastor Silas Câmara.

De acordo com o jornalista a decisão da AD foi punir o pastor Pedro Moura porque o seu filho, Euler Moura, será candidato a deputado estadual pelo PSDC e irá apoiar a candidatura de Hissa Abraão (PPS) ao cargo de deputado federal.

Leia: Pastor Paulo Marcelo do Gideões é preso com arma, droga e munições

No vídeo é possível ver que os membros não concordam com a saída do pastor e reclamam da decisão política, dizendo que ele não está em pecado para ser retirado do cargo.

O próprio pastor Pedro Moura aparece no vídeo dizendo que não “aceita ser expulso da casa que ajudou a construir” e os líderes da AD no Amazonas deveriam ouvir a voz de Deus, no lugar de se preocupar com o projeto político.

           Se você é evangélico ou católico, clique em curtir

Compartilhe: