Deputado filho do Pastor presidente da Assembleia de Deus é acusado de desviar R$4,7 milhões


Publicado em: 06/11/13 às 2:46 por Micael Batista


Compartilhe:
Mais uma polêmica envolvendo políticos evangélicos cai como uma bomba, diante do cenário em que vive o Brasil.

Dessa vez o escândalo tem um motivo especial para ser ainda maior.

A Justiça de Alagoas determinou o afastamento da mesa diretora da Assembleia Legislativa.

O Ministério Público Estadual de Alagoas (MP-AL) propôs uma ação cautelar com pedido de afastamento dos integrantes da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE-AL) enquanto durar a investigação sobre a denúncia de desvio de R$ 4,7 milhões

A mesa diretora é formada por oito deputados, entre eles está o deputado Jota Cavalcante (PDT), filho do Pastor José Antônio dos Santos (Zé Neco), Presidente da Assembleia de Deus em Alagoas.

Denúncia
No dia 25 de junho deste ano, o deputado João Henrique Caldas (PTN) convocou uma coletiva de imprensa e apresentou documentos que indicam irregularidades na movimentação bancária da Assembleia Legislativa. Segundo ele, foram R$ 4,7 milhões sacados sem justificativa no ano de 2011.

O deputado explicou que havia requerido, em 2011, os dados das movimentações financeiras da ALE à Mesa Diretora e, posteriormente, para a Caixa Econômica Federal, mas não obteve retorno. No entanto, seus pedidos feitos à Caixa só foram atendidos em junho deste ano, após decisões favoráveis do juiz da 6ª Vara Federal, Marcelo Gonçalves, e do procurador do Ministério Público Federal (MPF), Marcelo Toledo Silva.

No último dia 15 de agosto, o procurador-geral Sérgio Jucá instaurou um inquérito civil para investigar o conteúdo da representação enviada ao MP pelo parlamentar, que denuncia irregularidades na movimentação bancária da ALE.

No dia 29 deste mês, uma reportagem no programa Fantástico, da Rede Globo, denunciou que servidores da ALE receberam o Bolsa-Família, benefício do governo federal para pessoas pobres com renda de até R$ 70 por mês. Um dia depois, uma funcionária pública que havia sido citada na reportagem foi exonerada.

Compartilhe:



Mais artigos

Samuel Mariano recebe homenagem de Neymar e se emociona

Neymar desenhou um coração no stories do Instagram, enquanto ouvia a música de Samuel Mariano.


Ludmila Ferber recebe homenagem emocionante da filha: Cantora gospel luta contra câncer

A filha da pastora Ludmila Ferber fez aniversário recentemente mas, foi a pastora quem recebeu a homenagem


Presidente do Gideões é submetido a cirurgia para retirada da safena

O pastor Reuel Bernardino já se recupera em casa, e deve permanecer em repouso por cerca de 30 dias


Daniela Araújo se apresenta no “Promessas no G1” desta Quinta. Saiba tudo!

A cantora gospel irá falar sobre seu retorno a música gospel e responderá perguntas dos fãs


Cantor gospel que “cutucou Malafaia com vara curta”, não grava vídeos há 3 semanas

O pastor calou o cantor gospel, depois de comentar sobre uma polêmica antiga em que o cantor se envolveu


Urgente! Pastor denuncia trama de grupo de pastores contra cantores gospel famosos

Priscilla Alcantara, Aline Barros, Thalles Roberto e André Valadão seriam os principais alvos desses pastores


“Nardonis gospel”: Pastora Juliana Salles é presa acusada na morte dos filhos

Juliana é esposa do pastor George Alves, principal acusado na morte das crianças


Último post de Ludmila Ferber revela crença em “Aliança eterna”

A cantora gospel está em tratamento contra um câncer no pulmão


Cantor gospel retoma carreira após 8 anos na administração pública

Alessandro é filho de missionários e viveu na África e em várias cidades do Brasil


Deputado Sóstenes Cavalcante defende vereador “Negro e Gay” contra ataque de Ciro

Sóstenes gritou 12 vezes a frase "Ciro Gomes Caloteiro!", durante sua fala no plenário da Câmara