noticias gospel

Mãe se salvou com os dois filhos ao se fingir de morta em ataque no Quênia

Publicado em: 02/10/13 as 13:14 por Micael Batista

Compartilhe:
A mãe de dois filhos que foram fotografados em uma cena impressionante se fingindo de mortos por horas durante o ataque ao shopping Westgate, no Quênia, há mais de uma semana, contou em entrevista esta semana que suas crianças ainda estão assombradas com a experiência.

“Pensei que fosse um terremoto”, lembrou, logo após uma explosão sacudir o prédio. Ela e os filhos se jogaram no chão, e não se mexeram mais. “Podíamos sentir o cheiro de pólvora”, recordou.

Ela convenceu os filhos a não se mexerem. “Não olhem para cima. Não olhem ao redor”, disse às crianças. E passou a rezar. Logo, uma das crianças adormeceu, afirmou a mulher durante a entrevista.

O alívio veio rastejando: um policial se arrastou até ela e as crianças, e disse que era seguro sair. Fora do shopping tomado pela violência, ela chorou.

A mulher afirmou que ela e sua família se salvaram graças a uma intervenção divina. “O mesmo Deus que nos ajudou nos ajudará agora a passar por esse trauma”, disse.

“Pensei que fosse um terremoto”, lembrou, logo após uma explosão sacudir o prédio. Ela e os filhos se jogaram no chão, e não se mexeram mais. “Podíamos sentir o cheiro de pólvora”, recordou.

Ela convenceu os filhos a não se mexerem. “Não olhem para cima. Não olhem ao redor”, disse às crianças. E passou a rezar. Logo, uma das crianças adormeceu, afirmou a mulher durante a entrevista.

O alívio veio rastejando: um policial se arrastou até ela e as crianças, e disse que era seguro sair. Fora do shopping tomado pela violência, ela chorou.

A mulher afirmou que ela e sua família se salvaram graças a uma intervenção divina. “O mesmo Deus que nos ajudou nos ajudará agora a passar por esse trauma”, disse.

G1

Compartilhe: