Jean Wyllys defende a prostituição como profissão


7 anos atrás | Micael Batista




O Deputado Federal Jean Wyllys participou ontem, 9, de um debate promovido por um programa semanal do site IG, em que aborda diversos assuntos polêmicos que dividem a opinião da sociedade.O programa é marcado por temas que visam defender a homossexualidade e ir contra os princípios cristãos.

Na estreia do programa, a cantora Mara Maravilha esteve debatendo sobre a Cura Gay.

Ontem, Jean Willys esteve defendendo a profissionalização das prostitutas no país.




publicidade

Mais artigos

Ditadura do STF pode causar cassação de políticos ligados a igrejas

O posicionamento do ministro provocou uma forte reação dos deputados da bancada evangélica


Igreja evangélica faz churrasco após culto em plena pandemia

Todos estavam sem máscaras e não respeitavam o distanciamento social


Luto: Vice-presidente da CGADB não resiste a Covid-19

Pastor Sebastião Rodrigues de Souza morreu na manhã desta quarta-feira depois de 12 dias internado na UTI


Reviravolta: Novas revelações sobre Alexandre Silva e Elaine de Jesus

Escute a outra versão da história e entenda o caso, você pode se surpreender


Deputado Otoni de Paula destrói Moraes: “Você se tornou um lixo, o esgoto do STF”

O pastor e deputado também acusa o ministro de tirania e de passar por cima das leis


Samuel da dupla “Daniel e Samuel” sofre infarto e está internado

Samuel foi submetido a uma angioplastia e ficará alguns dias internados


Deputado Sóstenes Cavalcante responde provocação de José de Abreu

O ator usou palavras de baixo calão para ofender Malafaia e o parlamentar


Luto: Assembleia de Deus chora a morte do pastor Valdeny Carneiro de Oliveira

O pastor Valdeny era cunhado do pastor Alberto Resende, queb faleceu na última quarta-feira 91), vítima de Covid-19


Música “gospel” de Pabllo Vittar ganha clipe em “culto religioso”

Em parceria com a Apple Music Pabllo Vittar liberou o teaser do seu novo clipe


Cantora e deputada Mara Lima cobra a reabertura das igrejas no Paraná

Nesta segunda-feira (6), igrejas e templos religiosos foram retirados da lista de atividades essenciais