noticias gospel

Mazzoterapia – Estatuto de Igreja É Como Papel Higiênico

Publicado em: 06/09/13 as 0:38 por Micael Batista

Compartilhe:
Ultimamente parece que Jesus perdeu para o pastor e a bíblia perdeu para o estatuto da igreja.
As últimas mil vezes que conversei com algum pastor sobre roupa, tatuagem, dízimo, música, etc, a resposta foi a mesma: “Fábio, a bíblia pode até liberar, mas aqui quem sabe sou eu!” Muito estranho uma pessoa se sobrepor ao dono da igreja, que é Cristo.

Então fica a nosso critério, escolher entre Deus e o pastor, entre a bíblia e o estatuto. Eu fico com a palavra de Deus e com o Deus da palavra. Não foi o apóstolo quem disse que é melhor agradar a Deus do que aos homens?

Leia: Achei o papa Mais humilde do que o Malafaia

Pra quem está lendo eu não sei, mas pra mim, estatuto de igreja só vai ter utilidade no dia que acabar meu papel higiênico. Afinal, Cristo é único mediador entre Deus e os homens.

O pastor é apenas um camarada, chamado para servir e que deveria ter um pouco mais de respeito por que paga o seu salário.

Fábio se dedicou por 15 anos a dar aulas de guitarra em projetos sociais evangélicos. Há cinco anos, mantém sua atenção à estudos teológicos e dá aulas para jovens e adolescentes. Está cursando o seminário  teológico, mas não tem qualquer vínculo profissional com o evangelho,

“Não preciso cobrar para pregar, dar aulas ou escrever nesse site. Já tenho meu emprego e minha profissão.”

Compartilhe: