Capa da Playboy revela que é evangélica da Assembleia De Deus


Publicado em: 09/09/13 às 23:03 por Micael Batista


Compartilhe:
A paulistana Aline Franzoi, 21 anos, é a capa deste mês da revista Playboy. Ela ficou conhecida como uma das primeiras “ring girl” do Brasil, nome das meninas que erguem as plaquinhas nos intervalos das lutas do UFC.Curiosamente, o material de divulgação anuncia que a modelo, estudante de direito e ex-garota do octógono é “a primeira evangélica a posar nua” para a versão brasileira da Playboy. Aline congrega na Assembleia de Deus, denominação conhecida durante muito tempo por sua rigidez em relação à vestimenta e ao corte de cabelo das mulheres.

Modelo há seis anos, Aline usou seu perfil no Facebook para se justificar, sabendo que será criticada pelos evangélicos: “Para a questão RELIGIÃO que saíram em manchetes dizendo “Evangélica”, esta será a primeira e única vez que falarei, somente para que entendam. Em nenhum momento fiquei enfatizando minha religião em trabalhos e nunca quis vincular informações desta maneira, pois são áreas diferentes!”, escreveu.

Leia também: Cantora gospel sai do armário e se declara homossexual

Em entrevista ao jornal Extra, declarou: “Estou bem segura e feliz quanto ao resultado das fotos… Meus familiares e namorado adoraram! Estamos superfelizes”. A “temática” do ensaio que chega às bancas nesta terça-feira é justamente o MMA.

Ela já havia posado para a revista VIP este ano e anunciou que nunca posaria nua. Em entrevista ao UOL, declarou “Sou evangélica e uso meu Facebook para dizer o quanto Deus foi e é poderoso em minha vida. E, afinal, o que tem de errado? É muito relativo o que é certo e errado, concilio não só essa nova carreira, como a carreira de modelo também, pois, na minha concepção, Deus olha o nosso coração e a nossa intenção”.

“Ninguém consegue derrotar aquele que DEUS escolheu pra vencer!”, escreveu ela neste domingo em seu perfil no Facebook, após anunciar que está “super satisfeita” com as fotos.Com mais de 1,2 milhão de exemplares, a campeã de vendas da história da “Playboy” no Brasil é Joana Prado, que vivia na TV a personagem Feiticeira. Após se casar com o lutador de MMA, Vitor Belfort, Joana tornou-se evangélica. Outras ex-coelhinhas também se converteram após terem posado para a revista e, de maneira quase unanime, apontam esse fato como um grande arrependimento.Com informações Extra e Folha de SP.

Compartilhe:



Mais artigos

Profecia do Cabo Daciolo se cumpre e ele manda recado, “Não brinquem com Deus”

O político gravou uma série de vídeos que falavam, em tom profético, o que iria acontecer no Brasil


Cantora gospel Fernanda Brum esclarece estado de saúde e pede oração

Ela afirmou que só terá alta no dia 22 de novembro, e que no momento só pode ir até o mercado e retornar para casa


Urgente: Cantora gospel Priscilla Alcantara se assusta com fogo no palco. Assista!

Priscilla Alcantara se assustou com o fogo dos efeitos de pirotecnia


Sensibilizada, Pastora Nani Alencar faz alerta sério as mulheres nas redes sociais

A pastora lançou recentemente o livro "Mulheres que vencem Dores"


Em dia de OXum, membros do Candomblé relembram apoio de Kleber Lucas

Kleber Lucas, tem ganhado a antipatia do público evangélico por ser um fiel defensor da liberdade religiosa


Priscilla Alcantara “nostálgica” relembra fase antiga e suspira; “Já passou!”

Priscilla Alcantara está passando por uma metamorfose com aparente objetivo de alcançar um outro público no cenário gospel


Cantor gospel J. Neto fica “irreconhecível” após suposto abuso de álcool

J. Neto já foi um dos grandes nomes da música gospel nacional


Cantora gospel Fernanda Brum faz postagem confusa no Instagram e fãs questionam

A cantora publicou uma foto meio confusa que mostram três troféus à frente de três fotos antigas do momento do seu casamento


Urgente: Filha de Deise Cipriano do “Fat Family” acaba de fazer comunicado importante nas redes sociais

A cantora que está com câncer apresentou uma queda na imunidade sendo necessário sedá-la e colocá-la em um respirador (Entubada)


Inspirada em novela da Globo, filha mata mãe na “vida real”

Segundo o laudo da polícia, a jovem injetou ar no pulso da mãe com uma seringa