noticias gospel

Presidente Dilma recebeu cantoras gospel no Palácio do Planalto

Publicado em: 16/07/13 as 0:56 por Micael Batista

Compartilhe:

A presidente Dilma Rousseff se reuniu na tarde desta segunda-feira com 16 cantoras gospel no Palácio do Planalto. As artistas religiosas vieram acompanhadas do ministro da Pesca, Marcelo Crivella, que é bispo da Igreja Universal do Reino de Deus. O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, também participou do encontro, além da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

Ao final do encontro de Dilma com 16 cantoras evangélicas, a cantora Damares Alves de Oliveira disse que o encontro foi marcado a pedido de Dilma e que as religiosas oraram e prestaram solidariedade à presidente, que segundo ela, vive um momento de muita pressão.

— Deus está restaurando a saúde dela, porque é um momento de muita pressão. O Brasil está vivendo um momento muito delicado, e nós viemos aqui representando a igreja evangélica no Brasil e apoiando ela no que ela precisar — disse, em referência ao câncer que Dilma teve durante a campanha de 2010.

A cantora aproveitou para se manifestar contra o mensalão e dizer que é preciso que a “roubalheira” acabe e que o que há de errado seja sanado.

— Estamos orando para que realmente haja mudança, para que realmente haja um novo tempo, que aquilo que está errado seja consertado, que realmente não exista mensalões, roubalheira e tantas outras coisas que tá faltando ser colocadas nos eixos. Mas a gente não veio cobrar nada, a gente veio prestar nosso apoio.

Crivella disse que participou do encontro como articulador entre a presidente e as evangélicas. Ele minimizou a insatisfação dos evangélicos, que reclamaram quando Dilma recebeu representantes do movimento de gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, travestis e transgêneros. Crivella afirmou apenas que a presidente tem recebido a todos, e creditou a demora em receber o setor a problemas de agenda.

Perguntado sobre especulações de que seu ministério poderia ser absorvido pelo Ministério da Agricultura, Crivella negou que Dilma esteja falado sobre a intenção em fazer a mudança.

— Olha, deixar de ser ministro significa voltar a ocupar o honroso cargo de senador da República pelo qual imerecidamente fui eleito pelo generoso e bravo povo do Rio de Janeiro. Voltarei ao Senado no dia seguinte. Agora, a presidenta Dilma em nenhum momento, de todos esses momentos difíceis que temos passado em nosso governo, ela deixou passar de que isso ocorreria — garantiu.

Estiveram com Dilma em seu gabinete as cantoras Ana Paula Machado Valadão Bessa, Bruna Karla Simplício dos Santos, Cássia Helena de Sousa, Damares Alves de Oliveira, Eyshila Oliveira Santos, Ezenete Alexandrina Pereira Rodrigues, Fernanda Hernandes Rasmussen, Irene Maria Hermenegildo Lopes Correa, Juliana Alonso Machado, Leonor Alonso Machado, Mara Maravilha (Eliemary Silva da Silveira), Maria do Carmo Araujo, Maurizete da Silva Catarina Acioli, Rubia Pinheiro Fernandes de Sousa, Sonia Haddad Moraes Hernandes (Bispa Sonia) e Valnice Milhomens Coelho.

Compartilhe: