noticias gospel

Jovem que leiloou a virgindade diz ter sido enganada para participar de leilão

Publicado em: 15/07/13 as 13:02 por Micael Batista

Compartilhe:
Ingrid Migliorini, 21, a jovem que ficou famosa por leiloar a virgindade, diz ter sido enganada

pelo cineasta Justin Sisely, autor do documentário que mostraria ela e o jovem Alex Stepanov tendo, em uma aeronave, a primeira relação sexual.

“Eu fui uma vítima. Fui enganada por Justin Sisely. Acredito que ele está tentando defraudar a mim e outros”, contou para o jornal “The Huffington Post”.

Também conhecida como Catarina, por ter se apresentado assim na internet, a jovem virgem afirmou que Sisely não pagou pelas despesas de suas viagens à Austrália, onde o documentário estava sendo filmado, nem lhe deu o dinheiro prometido.

Sisely, contudo, negou as acusações e disse ter as filmagens como prova.

Ingrid também afirmou ter sido induzida a leiloar sua virgindade, pois teria sido avisada que poderia haver ou não um leilão. No entanto, quando os dois se encontraram em Bali, o leilão já havia sido anunciado. “Eu concordei porque Sisely disse que isto chamaria a atenção da mídia para o projeto.”

Para participar do documentário, Ingrid falou que no acordo ela deveria receber cerca de R$1,5 milhão pelo leilão, mais 20% das vendas do documentário. Porém ela disse não ter recebido nada.

Para o jornal, Sisely se recusou a falar sobre as particularidades do projeto, mas criticou Ingrid. “Ela não foi em dias de gravações por várias vezes. Após dois anos e três vistos recusados tentando levá-la para a Austrália, ela deixou o país para um desfile de moda no Brasil”, contou.

Ingrid rebateu as acusações e disse que ao chegar na Austrália, o cineasta tentou forçar situações. “Ele queria forjar palavras e frases e até mesmo sentimentos que não existem. Por um tempo eu concordei, mas depois, não. Para mim, um documentário tem que ser espontâneo.”

Leia também: Cantora Gospel sai do armário e declara ser lésbica

A jovem disse ainda que o cineasta a usa de exemplo –de sucesso após posar para a “Revista”– para conseguir outros voluntários virgens para seu projeto e fazê-los acreditar que se tornarão ricos e famosos.

Se você acha que ela so quis se promover, clique em   e no botão +1

Já Sisely afirmou que Ingrid e sua mãe estão fazendo o boicote porque não conseguiram comprar as filmagens que gostariam para usar em um projeto próprio.

Os dois não têm contrato desde dezembro.

Deixe seu comentário no O Fuxico Gospel

Compartilhe: