“Pastor” Juiz de paz do Pará pede demissão para não celebrar casamento gay


Publicado em: 21/05/13 às 2:20 por Micael Batista


Compartilhe:
O juiz de paz do Cartório do Único Ofício de Redenção, sudeste do Pará, pediu demissão do cargo após decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que obriga os cartórios a realizarem casamento entre pessoas do mesmo sexo. Ele alega que “o casamento homoafetivo fere os princípios celestiais”.

Nomeado para o cargo há sete anos, José Gregório Bento, 75 anos, há mais de quatro décadas é pastor da Igreja Assembleia de Deus, e trabalha como voluntário no cartório civil da cidade, fazendo conciliações e celebrando casamentos.

Segundo o pastor, ele protocolou a demissão porque se recusa a obedecer a decisão CNJ, publicada no último dia 14 de maio, que obriga os cartórios de todo o país a celebrar o casamento civil e converter a união estável homoafetiva em casamento.

“Deus não admite isso. Ele acabou com Sodoma por causa desse tipo de comportamento”, declarou José Gregório. “Acho essa decisão horrível. Ela rompe com a constituição dos homens, mas não vai conseguir atingir a constituição celestial”, completa.

Segundo Gregório, ele recebeu a notificação de que não poderia se recusar a fazer casamentos homoafetivos nesta segunda-feira (20) mas afirmou que, desde a publicação da decisão da Justiça, já havia tomado a decisão de abrir mão do cargo. “Não há lei dos homens que me obrigue a fazer aquilo que contrarie os meus princípios”, alega. “Existe ai uma provocação para um grande tumulto no nosso país. Deus fez o homem e a mulher para a procriação, para reproduzir. Não sei onde vai chegar isso”, questiona.

O pastor afirma ainda que solicitou a demissão ao titular do cartório, Isaulino Pereira dos Santos Júnior, mas que o tabelião pediu que ele permanecesse no cargo. “Ele me pediu para eu ficar e disse que caso alguém solicitasse o pedido de casamento homoafetivo, outro juiz de paz seria chamado para realizá-lo. Mas aqui, graças a Deus, ainda não chegou ninguém pedindo o casamento homoafetivo”.

Você concorda com a atitude do pastor? Comente.

Compartilhe:



Mais artigos

Vice-presidente da Assembleia de Deus de Pernambuco grava vídeo e se defende de acusações

O pastor alegou que falsificaram um documento e atribuíram a sua pessoa


Pastor Silas Malafaia sai em defesa de Marcelo Crivella: “Tudo armação”

Crivella desmente as acusações, e afirma que sentença do juiz do Rio não se baseia nos fatos


“FUI CURAR E FUI CURADA”diz cantora Eyshila após visitar a pastora Ludmila Ferber que está com câncer

Eyshila se surpreendeu com a determinação e a garra da pastora


“Vice presidente da Assembleia de Deus Madureira faz alerta grave sobre “ré-te-té”

A palavra reteté ficou muito conhecida e popular entre os evangélicos pentecostais


Cantora gospel Priscilla Alcantara revela novo “método” para ouvir a voz de Deus

O novo método surpreendeu os internautas e o mundo gospel


Saiba como a cantora Jamily pretende reconquistar o seu espaço na música gospel

Ao longo da carreia a cantora não conseguiu emplacar mais nenhum grande sucesso na música gospel


Aline Barros e Bruna Karla gravam programa na Globo e apresentador “ateu” se emociona

O programa vai ao ar na próxima terça-feira 24 de julho


Priscilla Alcantara dá show cantando Michael Jackson no Instagram e mundo gospel aplaude

Priscilla Alcantara é fã declarada do rei do pop


Igreja Assembleia de Deus é citada pelo Ministério Público em investigação

a investigação é sobre o encontro do dia 4 de julho, reservado apenas para líderes e pastores, promovido pelo prefeito do RJ


“Ap. Valdemiro Santiago manda recado ao padre Fábio de Melo e causa “climão” na igreja católica”

Valdemiro Santiago respondeu as duras críticas que o padre fez a Igreja Mundial