noticias gospel

Silas Malafaia celebra casamento do deputado Bolsonaro na Mansão Rosa

Publicado em: 22/03/13 as 16:47 por Micael Batista

Compartilhe:

O pastor evangélico Silas Malafaia casou o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) e sua noiva, Michelle, na noite desta quinta-feira (21), na casa de festas Mansão Rosa, no Alto da Boa Vista, no Rio. Bolsonaro e Malafaia são aliados na crítica veemente ao movimento gay, vistos como “homofóbicos”, e estão no centro da polêmica sobre Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, atuando em defesa do presidente, o pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP) .
Não foi a luta do mesmo lado, porém, que uniu o religioso e o político no evento, para cerca de 150 pessoas. A noiva, Michelle, 32 anos, é membro da igreja de Malafaia e queria ser casada pelo pastor.
“Eu também sempre gostei dele, de suas pregações e dos valores que defende. Ele está do lado da verdade”, justificou o deputado.

No casamento, porém, Bolsonaro deixou aflorar seu lado mais sensível, menos conhecido do grande público – acostumado a sua imagem de durão. O deputado chorou em diversos momentos da cerimônia e fez declarações de amor à mulher, Michelle. O casal já era casado civilmente havia seis anos tem uma filha de 2 anos, Laura. “Não vou dizer que te amo porque seria um pleonasmo, Michelle. Você é um pedaço de mim”, afirmou, romântico, Bolsonaro.
O filho Flávio, deputado estadual no Rio, contou que, em família, o pai – capitão do Exército, da reserva – amoleceu o coração principalmente após o nascimento da filha. “Depois que Laura nasceu, ele ficou mais emotivo: ele chora, às vezes. Aquilo [a imagem pública, belicosa] é um personagem. Lá em casa, ele nunca levantou a mão para a gente, era minha mãe quem brigava conosco, e a gente corria para baixo das pernas dele para se proteger: ele nos ‘deseducava’”, riu Flávio, 31, um dos cinco filhos do parlamentar.
A data do casamento não foi escolhida ao acaso: coincidiria com os aniversários de Bolsonaro, quinta, e de Michelle, sexta, embora com a diferença de 27 anos – ela fez 32, ele, 59.
Compartilhe: