noticias gospel

Marco Feliciano deverá enfrentar a corregedoria da câmara

Publicado em: 14/03/13 as 17:49 por Micael Batista

Compartilhe:
O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) disse nesta quinta-feira (14) que o partido avalia apresentar na próxima semana à Corregedoria da Câmara uma representação para que o pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) seja investigado por quebra de decoro parlamentar.
Ontem, a Folha mostrou que Feliciano emprega no gabinete cinco pastores de sua igreja evangélica. Eles recebem salários da Câmara sem cumprir expediente em Brasília nem em seu escritório político em Orlândia (cidade natal dele, no interior de São Paulo, a 365 km da capital).

Há dois anos, a cúpula da Catedral do Avivamento, igreja fundada pelo deputado, ocupa cargos de assessoria parlamentar no gabinete de Feliciano, com salários que chegam a R$ 7.000.
“Parlamentares e partidos que zelam pelo bem público e pelo que esta escrito no Código de Ética estão examinando esses elementos, essas denuncias para avaliar pedido à Corregedoria”, disse Alencar.
“Aparentemente pelo que li, não vi documento original, trata-se se de uso de um mandato publico para atividade particular. Isso não pode”, acrescentou.
Compartilhe: