Médica do Hospital Evangélico, pode ser vitíma do maior erro investigativo da história


Publicado em: 23/02/13 às 12:39 por Micael Batista


Compartilhe:
A médica Virgínia Soares de Souza, 57 anos, presa desde terça-feira (19) pelo Núcleo de Repressão aos Crimes Contra a Saúde (Nucrisa), no Centro de Triagem, em Curitiba, sob a acusação de homicídio qualificado, protestou por meio de uma carta, divulgada nesta sexta-feira pelo advogado de defesa Elias Mattar Assad, contra a forma como as investigações policiais estão acontecendo.

Virgínia era chefe da UTI do Hospital Evangélico, na capital paranaense, havia 23 anos e é acusada de ordenar pessoas de sua equipe para que desligassem aparelhos de pacientes terminais.
“O livre exercício da medicina está em risco no Brasil”, diz ela, se referindo ao fato de que todas as mortes em UTI’s correm o risco de ser debitadas em prováveis imperícias médicas. No documento, ela alega inocência.
“Da leitura atenta dos autos do inquérito, com meu advogado, não está provada sequer a existência do fato, quanto mais a materialidade de qualquer crime. É a presente para perpetuar a memória do que está se constituindo no maior erro investigativo e midiático da nossa história”, afirma.
O advogado deve entrar com um pedido de liberdade de Virgínia na segunda-feira (25), além de pedir a quebra do sigilo de justiça do processo, o que tem provocado o silêncio da polícia sobre as investigações.
Até o momento cerca de 50 denúncias contra a médica foram realizadas na Nucrisa, feitas por ex-companheiros de trabalho e familiares de antigos pacientes, desde que o caso veio à tona no início desta semana.
Compartilhe:



Mais artigos

Alexandre Aposan lidera time de jurados do “Gerando Talentos 2018”

Do Samba ao Rock, o músico provou ter uma versatilidade incrível, tocando  com artistas dos mais variados estilos


Após depressão profunda, cantora gospel “zera” Instagram e anuncia novidade

A cantora é um dos grandes nomes da música gospel da igreja Adventista


Após prisão, o que pensam fiéis e esposa do pastor acusado de matar filho e enteado

George Alves era cabeleireiro antes de fundar a própria igreja


Suposto vídeo íntimo de pastor da Assembleia de Deus do Maranhão circula na internet

Ele faz parte da Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Maranhão (CEADEMA)


Greve dos caminhoneiros obriga pastor Silas Malafaia a cancelar culto

O pastor informou em seu Instagram que o Culto da Vitória desta quinta-feira foi cancelado


“Nardoni gospel” Caso do pastor que matou filho e enteado para encobrir estupro, lembra caso antigo

O crime lembra o caso do casal Nardoni, que matou a pequena Isabella em 2008


Robinson Monteiro: Cantor gospel foi de anjo à Ken Humano em transformação radical

O cantor gospel participou de um quadro no Programa do Gugu, que gastou R$100 mil para sua mudança visual.


Connect Show: O maior concurso de música gospel do Nordeste terá audições em Alagoas

Serão 2 dias de audições para escolher as melhores vozes para a grande final em Maceió com a presença de Mauro Henrique vocalista do Oficina G3


15 pontos do inquérito sobre pastor que estuprou e ateou fogo no filho e enteado, que vão te fazer chorar

O pastor ainda dirigiu um culto depois de ter matado as crianças


Ludmila Ferber grava vídeo e fala sobre quimioterapia “Estou trilhando meu milagre”

A pastora disse que está reagindo muito bem a quimioterapia