Assembleia de Deus em ‘Pé de Guerra’ – Samuel câmara X José Wellington


Publicado em: 24/02/13 às 13:05 por Micael Batista


Compartilhe:
O pastor Samuel Câmara, da Assembleia de Deus de Belém do Pará, publicou recentemente um pequeno livro no qual fala da história e suas visões de futuro para a CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil).

Intitulado “Construindo o Futuro da CGADB”, o livreto “descreve perspectivas para o futuro e reflexões sobre a história e o presente da CGADB”, segundo informou Samuel Câmara em seu site. O pastor afirma ainda se tratar de um item de leitura obrigatória para todos os pastores da Igreja Assembleia de Deus.

O principal assunto tratado por Câmara no livreto foi a volta da rotatividade para o presidente da CGABD. Ele afirma que devem ser alteradas as regras referentes à permanência de membros da mesa diretora em seus cargos, de maneira a devolver “à CGADB a esperança, a vitalidade, a renovação e a integração nacional”.

– Vamos a Brasília votar num presidente para ficar 29 anos ou até se perpetuar na presidência, sem dar oportunidade a outros? Ou… Vamos a Brasília votar num presidente que abre mão de se perpetuar no cargo, devolvendo a oportunidade de renovação e esperança para futuros presidentes da CGADB? – questionou o pastor, criticando diretamente seu adversário político e atual presidente, José Wellington Bezerra da Costa.

As críticas ao pastor José Wellington são acentuadas na publicação, que ressalta, sobretudo, a renúncia do pastor ao cargo em 1989, o que, segundo Câmara, teria sido uma maneira de burlar o estatuto da Convenção e se manter no cargo.

– Pela primeira vez na história da CGADB, um presidente renunciou ao cargo numa manobra para burlar a proibição estatutária que vetava a reeleição. Três meses depois, ele mesmo estava concorrendo à reeleição em São Paulo. Daí, ficou fácil ferir a história, reformar várias vezes o Estatuto para ficar no poder até hoje e ainda estar buscando se reeleger pela 11ª vez – ressaltou Samuel Câmara.

Câmara é candidato à presidência da CGADB na próxima eleição da entidade, e usa o livreto também para criticar as políticas adotadas pela Convenção nos últimos 25 anos, período no qual esteve quase que inteiramente sob a liderança do pastor José Wellington.

– A História nos ensina que a permanência no poder de um único líder por muito tempo destrói a liderança das gerações seguintes. – afirmou Samuel Câmara.

A eleição acontece durante a Assembleia Geral Ordinária da Convenção, nos dias 8 a 12 de abril de 2013, na cidade de Brasília – DF    

                               

   .
O Fuxico Gospel / Com informações Gospel Mais
Compartilhe:



Mais artigos

Candidato a federal, pastor Erivan Maia se consolida nas pesquisas em PE

Na caminhada realizada no último domingo 23, o pastor pode constatar o quanto é querido


Cantora gospel Marcela Taís posta foto machucada após recuperação de acidente

Uma das vítimas que estava no carro com a cantora Marcela Taís, passará por mais uma cirurgia


Cantora gospel Sarah Farias faz “desabafo político” em postagem no Instagram

Sarah acrescentou que em tempos passados, só se falava de futebol e novela


Adeus câncer: Pastora famosa grava vídeo e revela ter sido curada

Em sua publicação ela se mostra bastante revigorada, forte, e cheia de ânimo por ter vencido essa causa


Desculpa as igrejas Assembleia de Deus do Paraná

Reiteramos os nossos votos de sinceras desculpas a toda a CIEADEP e a cada membro da Assembléia de Deus daquele estado pelo nosso equívoco.


Padrinhos de casamento de Gabriela Rocha não estão sabendo lidar com os convites

A data do casamento ainda não foi revelada até o momento, mas segundo algumas informações obtidas pelo O Fuxico Gospel a cantora se casará no próximo sábado dia 29 de Setembro.


Solange Almeida, ex-aviões, abraça música gospel e grava sucesso de Aline Barros

Solange Almeida além de compôr a lista de artistas seculares que cantaram gospel


Convenção da Assembléia de Deus persegue e derruba canal que denunciou “falcatruas”

O Youtuber ainda denuncia a convenção de ter pago uma nota por aquele trabalho, ou seja, pagou um bom dinheiro para a empresa derrubar o seu canal


Robinson Monteiro surpreende telespectadores em programa de TV polêmico

Robinson ficou a vontade e falou coisas da sua vida que muitos pessoas não sabiam


Pastor Marco Feliciano denuncia cantores gospel e faz desabafo polêmico

Marco Feliciano criticou tal atitude e disse que essas pessoas se acham acima da média