noticias gospel

Pastor evangélico e esposa são acusados de estupro de 6 menores em Recife

Publicado em: 04/01/13 as 21:46 por Micael Batista

Compartilhe:

Um pastor evangélico e sua esposa foram indiciados pela polícia por estupro, em Recife. O casal é acusado de abuso sexual de seis menores com idades entre 12 e 17 anos, na cidade de São Lourenço da Mata.

A Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) recebeu a denúncia em novembro. O pai de duas crianças, de 12 e 13 anos, recebeu uma carta de desculpas do pastor. Desde então a denúncia tem sido apurada pela polícia e foram descobertas mais quatro crianças que também sofreram abusos por parte do casal evangélico.
Segundo o boletim de ocorrência Isaque Bento Campelo, de 30 anos, e Ana Carla Domingos Gomes, de 26 anos, são os acusados do estupro.
De acordo com informações dadas à TV Globo pelo delegado Geraldo Costa, responsável pelo caso, os atos começaram há um ano atrás na casa onde o casal morava no bairro de Várzea Fria, na cidade de São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife.
A esposa do acusado mantinha relações sexuais com os meninos e o pastor com as meninas e meninos.
Em declarações ao portal G1, o delegado contou que de acordo com o depoimento do pastor, tudo começou quando ele descobriu uma traição da esposa com um irmão de uma menina.

“Para se vingar, ele teria mantido relação sexual com o jovem que teria ficado com a esposa do pastor. Palavras dele. O que ele queria era desmoralizar o rapaz”, detalha o delegado.
Porém, os atos continuaram com duas adolescentes de 13 e de 16 anos. O acusado afirma que foi consensual, porém segundo o delegado, uma delas afirma que foi amarrada e obrigada a ter relações sexuais com ele.
“O fato de ter sido com o consentimento dela, ou não, não exclui o fato de que é um crime por ser com uma menor de idade”, explica Geraldo Costa.
Isaque Bento é pastor da Assembleia de Deus Ministério e Missões, igreja fundada por ele mesmo na cidade há cerca de dois anos. Anteriormente, ele era pastor de uma outra Assembléia de Deus, porém foi excluído quando roubou a própria congregação. Todas as famílias das crianças eram fiéis frequentadores da igreja do pastor.
Na investigação, a polícia descobriu que o casal Isaque e Ana tem outras denúncias de crimes semelhantes cometidos a alguns anos. O inquérito foi concluído e enviado à Justiça sob a acusação de estupro e estupro de vulnerável (com menores de 13 anos). Pelas acusações, podem pegar no mínimo 15 anos de prisão.
Compartilhe: