noticias gospel

Mulher é morta por ex em uma Igreja Universal porque não quis reatar, diz polícia

Publicado em: 08/01/13 as 12:53 por Micael Batista

Compartilhe:

Crime aconteceu em filial da Igreja Universal, em Vila Isabel, na Zona Norte. Depois de uma briga com policiais, suspeito foi baleado e também morreu.

A Polícia Civil identificou como José Lúcio dos Santos o homem que matou nesse domingo (6) a facadas uma mulher durante um culto em uma igreja evangélica em Vila Isabel, zona norte do Rio. A vítima, Marisa dos Navegantes Chagas dos Santos, era sua ex-mulher.

O crime teria ocorrido por causa da recusa da mulher em reatar um relacionamento com Santos. Ainda segundo a polícia, Santos havia marcado um encontro com a ex no fim da tarde em uma praça próxima à Igreja Universal do Reino de Deus no bairro. O objetivo seria entregar a ela um telefone que havia comprado para a filha do casal.

No entanto, os dois começaram a discutir durante o encontro. Marisa correu para a igreja e foi perseguida pelo ex-marido. A discussão continuou dentro da igreja e os funcionários do local resolveram chamar a polícia.

A polícia chegou por volta das 19 horas e, aparentemente, havia conseguido acalmar os ânimos, quando Santos sacou uma faca que escondia sob as roupas e atingiu a ex-mulher com um único golpe no pescoço.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Santos teria então tentado atingir um dos policiais, que reagiu e atirou, o matando.

Fonte: Folha de São Paulo

Compartilhe: