noticias gospel

Site compara Google com Deus e gera polêmica, `O Google é meu Pastor; Nada me faltará`

Publicado em: 10/12/12 as 17:39 por Micael Batista

Compartilhe:

“O Google é meu Pastor; Nada me faltará” é uma parte do Salmo da Era Digital feita por um blogueiro que compara Google com Deus.

“Alimenta-me em seus verdes pastos; Guia-me com facilidade por lugares tranqüilos e inimagináveis,” continua o texto do blog de Levi Brozeado.
Levi descreve como o gigante das buscas pode saciar as necessidades humanas de forma virtual, dia e noite.
“Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas virtuais por amor de Sua sigla;
Ainda que eu ande pelo vale da ignorância e da insensatez não temerei mal algum; Porque Tu estás comigo diuturnamente; Os Teus links e os Teus arquivos me consolam.”
A comparação foi feita baseando-se no original “Google um Deus?”, um outro texto religioso na internet que questiona a elevação de Google à posição de Deus, devido a ele prover muitas respostas para as pessoas.
O blogueiro do tal texto sugere que a elevação é um sintoma da sociedade digital, em que as pessoas colocam suas esperanças em coisas palpáveis.

“Vejo uma certa ‘deusificação’ do Google que está envolta em uma mítica, tudo que precisar saber o Google vai me mostrar’”, diz o autor do texto.
O autor menciona também a aparente onisciência e onipresença do gigante das buscas que transformou o mundo e criou novos espaços, novos mercados.
Entretanto, o artigo é uma crítica à comparação do Google com Deus. Segundo o autor, o grande buscador só consegue indexar 10% de todo o conhecimento na internet, sendo que a internet só possui 10% de todo o conhecimento da humanidade e que a Terra não é nem 10% de todo o Universo.
“Podemos dizer então que o Universo é o dízimo de Deus para a humanidade. Acredito que fica claro que a comparação do Google com Deus não é só idiota como também ridícula”, afirma o autor.

Compartilhe: