noticias gospel

Grupo de Cristãos afirmam que a Bíblia apóia o aborto

Publicado em: 19/11/12 as 13:35 por Micael Batista

Compartilhe:

Um grupo de cristãos progressistas norte americanos está defendendo uma interpretação para a Bíblia que difere da opinião geral da maioria dos cristãos sobre o momento que a vida começa e sobre o aborto. Segundo essa interpretação, passagens Bíblicas defenderiam a prática do aborto.



As reivindicações do grupo liberal geram controversas com a maioria dos cristãos, que acreditam que o grupo progressista está distorcendo as passagens bíblicas para apoiar o aborto.

A primeira passagem usada pelo grupo para apoiar as ideias progressistas é Gênesis 2:7, que afirma: “E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente”. Outra passagem bíblia usada pelo grupo é Jó 33:4: “O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida”.

Tendo como base esses trechos da Bíblia o grupo afirma que a vida humana não foi realmente formada até o momento em que é introduzida a primeira respiração nos pulmões da criança, defendendo que a vida começa quando a criança começa a respirar por conta própria.

A filosofia progressista também defende a conclusão de que matar um feto vivo não é o mesmo que matar um ser humano vivo, ignorando as comprovações médicas de que um feto já é capaz de sentir dor durante a gravidez, e ignorando também o desenvolvimento de um coração batendo.

Segundo informações do The Christian Post, um estudo publicado recentemente na Dinamarca mostra que as taxas de mortalidade são maiores para as mulheres que têm um aborto, se comparado com as mulheres que se submetem a parto, o que vai contra a antiga crença de que o aborto é uma alternativa segura comparada ao parto.

The Christian Post

Compartilhe: