Autor de A Cabana lança outro livro polêmico


Publicado em: 19/11/12 às 13:10 por Micael Batista | Atualizado em 29/08/2017 às 23:43


Sucesso de vendas estimulou William Paul Young, autor de A Cabana a retomar o tema da espiritualidade cristã não convencional. Seu primeiro livro tornou-se um best-seller internacional, com mais de 18 milhões de cópias vendidas no mundo todo desde seu lançamento, em 2007.
A polêmica envolvendo uma visão teologicamente questionável da Trindade ajudou a promover A Cabana, considerado por muitos seguimentos evangélicos como “blasfêmia” e “heresia”. R. Albert Mohler Jr., presidente do conceituado Seminário Teológico Southern Baptist Theological Seminary   chegou a dizer que “A popularidade do livro entre os evangélicos só pode ser explicada pela nossa falta de conhecimento teológico básico”.
Agora, a editora FaithWords está anunciando como o seu maior lançamento para a temporada de compras de Natal, o livro “Cross Roads” [Encruzilhadas]. O novo romance de Young sai com uma tiragem inicial de 1 milhão de cópias.
Inevitavelmente o novo livro será comparado com o fenômeno de A Cabana. Embora a história seja diferente, alguns temas são repetidos, incluindo a questão da morte, a luta para compreender o caráter de Deus e as “manifestações não tradicionais” da Santíssima Trindade.
A história de Cross Roads é Anthony Spencer, ou Tony para seus amigos, um homem de negócios de 45 anos, implacável e paranoico, e de sua ex-mulher. Ele se divorciou, mas voltou a casar com ela mais tarde, não por amor, apenas “para experimentar a satisfação de deixá-la uma segunda vez”. No entanto, Tony, que nunca teve família e cresceu nos abrigos do governo, teve um filho, que morreu aos 6 anos. Em sua dor, ele se fechou para o mundo e rejeitou a filha do casal.
Conforme o tempo passa, um tumor é descoberto no cérebro de Tony e, sofrendo de um traumatismo craniano, ele acaba em coma. É então que Deus dá a ele outra chance de se arrepender. Num estado intermediário entre este mundo e o além, Tony se encontra com Jesus, que lhe dá um tapa no rosto para mostrar que Ele é real. O Espírito Santo é descrito como uma “avó índia”, da tribo Lakota. Ela recomenda “exercícios e dieta” para Tony perder peso.
Também há um encontro com alguns demônios e, curiosamente, com um irlandês chamado Jack. Sim, o apelido do teólogo C. S. Lewis, que ficou famoso por usar histórias fantásticas para comunicar as verdades do Evangelho.
Após visitar esse “estado intermediário”, Tony volta à Terra e tem a oportunidade de repensar as escolhas que fez na vida, incluindo coisas que ele lamenta e decide reverter. Curiosamente, ele recebe também o poder de curar apenas uma pessoa. Assim, precisará decidir se usa a oportunidade para curar a si mesmo ou outras pessoas com diferentes necessidades: uma mulher idosa com Alzheimer ou uma adolescente com leucemia.
Enquanto seu corpo repousa na unidade de cuidados intensivos, de alguma forma Tony passa a ocupar a mente de pessoas diferentes, incluindo um adolescente com problemas mentais e uma enfermeira negra, algo transmitida de uma pessoa para outra através de um beijo.
Na jornada de vida de Tony, cheia de ressentimento, e seu encontro com Deus, o leitor será convidado a repensar sua relação com o divino e as consequências das escolhas feitas nessa vida.
Em uma entrevista recente, Willian Paul Young afirmou: “Parte da minha jornada terrena é tentar mostrar que a alma humana é uma criação muitíssimo intrincada e maravilhosa de Deus… que nós ainda deixamos uma enorme parte dela para ser explorada… Jesus não veio ao mundo iniciar uma nova religião. Jesus não é o” fundador do cristianismo”. Ele veio destruir o pensamento religioso através da introdução do conceito de relacionamento. E são os relacionamentos que sempre nos deixam sem ter o controle, isso é o tema mais importante tanto de A Cabana quanto em Cross Roads”. Traduzido de Charisma News e Christian Post.




Mais artigos

Novo clipe de Priscilla Alcantara afronta evangélicos e se aproxima cada vez mais do secular

Por trazer temas tão delicados nos dias atuais e fugir dos padrões gospel, Priscilla Alcantara teve seu trabalho reconhecido fora do mundo evangélico


Triste: Pastor é encontrado morto após desaparecimento misterioso

O corpo foi encontrado por policiais militares próximo ao carro abandonado com várias marcas de tiros


Daniela Mercury solta seus “demônios”, acusa pastor de homofobia, e ele faz o improvável

A cantora por sua vez moveu uma queixa-crime contra o pastor, e a primeira audiência de conciliação foi marcada para essa terça-feira 22


Pastor visita Lula na prisão, compara ele ao apóstolo Paulo e revolta evangélicos

Vale lembrar que durante o período eleitoral a maioria dos líderes evangélicos declararam apoio ao presidente Jair Bolsonaro


Saiba porque Caio Fábio tomou a decisão de não ser mais pastor

Ele também Foi o fundador e presidente da Associação Evangélica Brasileira (AEVB), e atualmente mentoreia o Movimento Caminho da Graça (sediado em Brasília)


Assembleia de Deus de Luto: Pastor morre no auge dos seus 51 anos

Amigos, parentes e líderes lamentaram a morte precoce de mais um obreiro dedicado e aplicado na obra de Deus


Após colocar “pai de santo” em púlpito de sua igreja, Kleber Lucas surpreende novamente

Kleber Lucas há muito tempo não tem se importado com as críticas e com o que pensam sobre suas atitudes e decisões


Urgente: Justiça procura paradeiro do produtor gospel Melk Carvalhêdo

O processo pode acabar sendo arquivado por que não conseguem localizar o produtor, pois ele não deixa endereço fixo


Urgente: Pastora e cantora gospel Ludmila Ferber volta ao hospital e deixa fãs preocupados

Ela chegou a ficar uma semana sem sair de casa por causa de sua imunidade que havia baixado


Cabo Daciolo reaparece depois de jejum e faz revelação chocante

Depois de uma série de acontecimentos que foram atribuídos a ele, Daciolo poderá em breve quebrar o silêncio e se manifestar sobre suas supostas profecias