noticias gospel

Pastor promete a adolescente cura de câncer através de relações sexuais

Publicado em: 19/10/12 as 9:21 por Micael Batista

Compartilhe:

O site do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro anuncia o pedido de prisão preventiva para Luciano Felix da Silva, pastor da igreja Assembleia de Deus a Caminho do Céu, localizada em Areal, município que pertence à Região Serrana.

O pastor é acusado de cometer o crime de estupro contra uma adolescente que frequenta a igreja. De acordo com a promotora de Justiça Maria de Lourdes Féo Polonio, Luciano teria fingido uma revelação, dizendo à jovem que ela estava com câncer e que para ser curada ela teria que manter relações sexuais com ele.
A denúncia que levou o pastor a ser preso na segunda-feira (15) diz que a menina se recusou a ter relações com o pastor e que ele teria dito que a doença estava se agravando e começou a se masturbar na frente da jovem, dizendo que a cura, já que não haveria contato íntimo, não seria completa. Em seguida Luciano, com as mãos em cima de sua genitália, teria orado pedindo a cura.
Para a promotoria a atitude do pastor se enquadra no crime 213 do Código Pena Brasileiro, que estabelece que é crime “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”.
De temporária a prisão de Luciano Felix da Silva passou a ser preventiva e se ele for condenado poderá pegar até 18 anos de prisão.
Compartilhe: