Evangélicos trocam culto por Avenida Brasil


Publicado em: 21/10/12 às 0:02 por Micael Batista


Compartilhe:
Com a exibição do último capítulo de Avenida Brasil, escrita por João Emanuel Carneiro, a discussão sobre doutrinas de igrejas que proíbem ou orientam seus fiéis a não assistirem a novelas volta à tona.
Avenida Brasil, além de apresentar uma personagem evangélica caricata, que causou protestos por parte de fiéisnas redes sociais, alcançou recordes de audiência e tornou-se assunto em todo o país.
Novelas são programas de ficção, escritos com temas diversos e geralmente cotidianos, o que causa identificação aos telespectadores, que podem acabar projetando sua realidade à história apresentada na trama. Porém, entre líderes evangélicos, a permissão ou proibição aos fiéis para assistirem às novelas não é unanimidade.
De acordo com o pastor Airton Evangelista da Costa, presidente da Assembleia de Deus Ministério Palavra da Verdade, não há problema algum em acompanhar as novelas: “Assistir a novelas é quase o mesmo que assistir a filmes. Se não houver nelas qualquer tipo de depravação, se de alguma forma edificam, ou se servem como meio de distração, sem causar nenhum dano moral aos santos, não vejo nada de anormal… Desde que não se torne um vício, uma idolatria, e roube o tempo que deveria ser dispensado a Deus”, posiciona-se o pastor, num artigo publicado em seu site.
Porém, o ponto de vista contrário também é bastante vigente no meio evangélico, e na abordagem do pastor Valtair Miranda, da Primeira Igreja Batista de Neves, em São Gonçalo, Rio de Janeiro, as novelas podem induzir a ideias e conclusões erradas sobre a família: “As novelas insistem tanto na ideia de que a mulher pode trocar de parceiro, que as esposas estão passando a desvalorizar o casamento. Os filhos não têm mais o mesmo zelo; a telenovela já induz a menina a dormir com o namorado […] Se eu passo minhas noites vendo novela, então 30% do meu tempo útil é dedicado à TV. É por isso que muitas mulheres reclamam não ter tempo para atividades produtivas, como um curso profissional, por exemplo”, declarou o pastor, em entrevista para matéria publicada na edição 60 da revista Enfoque.
Em meio às discussões sobre poder ou não assistir novelas, o meio evangélico cresceu na última década e atraiu a atenção de autores e emissoras, passando a fazer parte das histórias contadas nas novelas, e as indefinições ou múltiplas interpretações e posturas a respeito de doutrinas mantém os debates sobre assuntos como este vivos.
Compartilhe:



Mais artigos

Felipe Heiderich, ex de Bianca Toledo toma decisão dois anos após acusações e muda rotina

Felipe Heiderich decidiu focar em outros projetos e abandonou as redes sociais temporariamente


Após 5 meses, 38% dos evangélicos não acreditam em Samuel Mariano no escândalo das fotos vazadas

O caso aconteceu em fevereiro deste ano e chocou o mundo gospel


Após fim da dupla, Ravel apaga as fotos com a irmã Rayssa e mundo gospel questiona possível crise

Os irmãos cantaram juntos durante 24 anos, mas em Julho desse ano, decidiram seguir carreira solo


Kleber Lucas vai de Batman à festa e sua esposa choca com fantasia polêmica

A festa aconteceu em comemoração ao aniversário de uma amiga do casal


Bruna Marquezine “vai aos prantos” durante apresentação de cantor gospel em culto evangélico

Bruna Marquezine caiu no choro ao ouvir o cantor gospel Fernandinho cantar a frase "Deus é bom pra mim"


Pastora Ludmila Ferber mostra cabeça após queda de cabelo e faz confissão emocionada

Pela primeira vez após revelar estar com a doença, a pastora mostra o efeito da quimio em seu cabelo


Saiba quais são os cantores gospel famosos que estão enfrentando doenças graves

Os casos acabaram acontecendo quase ao mesmo tempo e deixando muita gente preocupada


Ouça a musica gospel que pode virar um “hino” na luta contra a depressão

Leandro Prado é CEO da Observ Design


Malafaia inaugura restaurante da filha e detalhe causa polêmica

No restaurante da filha do pastor, foi instalada uma adega e isso despertou a ira dos críticos


Pregador famoso é flagrado usando transporte público e mostra que é gente como a gente

Mesmo com carro na garagem, muitas vezes ele usa ônibus ou metrô para atender alguns compromissos