Portal faz pesquisa tendenciosa; Pr. Silas Malafaia comenta


Publicado em: 18/09/12 às 23:10 por Micael Batista | Atualizado em 29/08/2017 às 23:43


Compartilhe:
O padre Marcelo Rossi foi apontado como o religioso mais influente do país na recente enquete do portal iG. Dos 113 mil internautas que participaram, ele recebeu 55.330 votos. Em seguida veio o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, com 30.860 votos.
A terceira posição ficou com o líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo, com 15.345; em quarto lugar apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus; em quinto a bispa Sonia Hernandes, da Renascer em Cristo; e em sexto o missionário David Miranda, da Igreja Pentecostal Deus é Amor.
Marcelo Rossi recebeu aproximadamente 50% dos votos da enquete, refletindo a expressiva maioria de brasileiros católicos no país. A maioria dos votos ficou dividida entre os líderes evangélicos, totalizando 57.826.
Segundo o Censo 2010, em 10 anos, o número de católicos passou de 73,6% para 64,6% dos brasileiros. Em 1872, quando foi feito o primeiro recenseamento, esse percentual era de 99,7%. Em contrapartida, cresce a massa de evangélicos. Em 2000, eram 15,4% da população e no último levantamento, 22,2%, um aumento de 16 milhões de pessoas.
O que nos deixa intrigados é que o portal iG colocou apenas um padre, quando todos nós sabemos que existem outros padres populares, tais como o padre Fábio de Melo, Antônio Maria e o Monsenhor Jonas Abib, da TV Canção Nova.
Pastor Silas comenta:
Quero fazer algumas considerações sobre a pesquisa do portal iG.
1) Para começo de conversa, não me considero o pastor evangélico mais influente. Acredito que no Brasil existam entre 12 a 15 pastores de influência, e considero que eu estou entre eles.
A questão de medir a influência de alguém por voto é terrivelmente superficial. Imagine uma comunidade como a nossa, com mais de 40 milhões de pessoas, onde aproximadamente 58 mil votaram. Este índice é muito pequeno, não pode ser parâmetro para medir esta questão.
2) É importante dizer que se somos alguma coisa é, exclusivamente, por bondade e misericórdia de Deus. E segundo a Bíblia, aquele que pensa ser o maior, tem que se fazer como menor e servo. E para nós, povo de Deus, esta questão de mais ou menos influente é irrelevante.
Sabemos que o maior é Deus!
3) Eu só estou fazendo este comentário por causa deste ponto: muitas vezes não percebemos o que está por trás, os interesses políticos, econômicos e religiosos.
Esta é uma maneira subjetiva, mas com objetivos bem claros, de mostrar que os pastores evangélicos não têm a influência que muitos pensam, e com isto, influenciar setores da sociedade para não dar tanto crédito a nossa comunidade.
A prova que a pesquisa é tendenciosa e ridícula é que eles colocam um padre e cinco pastores. Qual é o resultado óbvio? Todo católico que votar, só terá uma opção, enquanto os evangélicos têm cinco.
Por que não colocaram os padres Fábio de Melo, Antônio Maria e o Monsenhor Jonas Abib?
Isto seria mais democrático e coerente. É só para provar que existe interesse em produzir notícia de que um padre é mais influente do que pastores.
4) Espero que qualquer um que queira fazer pesquisa em relação a religiosos, tenham o cuidado de ser o mais imparcial possível.
Não posso falar pelos católicos quem é o padre mais influente, mas em relação aos evangélicos, repito, não conheço o pastor mais influente do Brasil. Conheço sim, vários líderes de influência.
E são influentes não por uma construção de querer o poder, mas sim como o resultado da chamada que Deus deu.
Termino dizendo: tudo o que sou, tudo o que tenho, e tudo o que faço, é permissão de Deus. A ele toda honra, a glória e o louvor para sempre, amém!
Se quiser comentar esta pesquisa no portal iG, CLIQUE AQUI.

Compartilhe:



Mais artigos

Tragédia: Pastor morre em acidente de carro quando voltava do velório da sua irmã

Sua esposa e sua sobrinha também morreram no acidente


Cantora gospel cancela apresentação por falta de cachê e fãs não perdoam

Recentemente a cantora Lauriete passou por alguns problemas na mesma cidade, Cametá, no Pará


Idolatria? Vídeo de apóstolo sendo ungido a “Rei” causa revolta e discussão na internet

O apóstolo costuma pregar usando trajes sacerdotais, um cajado, e a sua poltrona mais parece um trono


Anderson Freire fala a verdade no Instagram depois de perder o Grammy Latino

"O que é maior para Deus, a dor do filho ou o resultado do trabalho do filho?"


Cabo Daciolo dá resposta aos inimigos em post no Instagram

O parlamentar fez alguns inimigos em Brasília, mas também conquistou a simpatia de muitos brasileiros


Vanilda Bordieri desabafa em Live no Facebook e diz que “não é a favor do divórcio”

Vanilda está em pé de guerra com alguns seguidores desde a transmissão que fez do casamento relâmpago de sua irmã Célia Sakamoto


Daniela Araújo lança clipe da música “Sonhadora” e dar a volta por cima

"Eu continuo aquela pessoa sonhadora, meio criança meio boba, imaginando coisas boas por aí..."


Jojo Todynho “detona” críticos após ser flagrada cantando música gospel

Ela reclama da falta de tolerância e ataca duramente os seus críticos.


Bebê é abandonado na porta da igreja e religioso toma decisão inusitada

"Me sinto responsável por ele, desejava até adotar a criança"


Álbum “Fraquinho” de Fernanda Brum ganha Grammy e desbanca Anderson Freire e Cassiane

A cantora ganhou com o álbum "Som da Minha Vida"