Portal faz pesquisa tendenciosa; Pr. Silas Malafaia comenta


Publicado em: 18/09/12 às 23:10 por Micael Batista


Compartilhe:
O padre Marcelo Rossi foi apontado como o religioso mais influente do país na recente enquete do portal iG. Dos 113 mil internautas que participaram, ele recebeu 55.330 votos. Em seguida veio o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, com 30.860 votos.
A terceira posição ficou com o líder da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Edir Macedo, com 15.345; em quarto lugar apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus; em quinto a bispa Sonia Hernandes, da Renascer em Cristo; e em sexto o missionário David Miranda, da Igreja Pentecostal Deus é Amor.
Marcelo Rossi recebeu aproximadamente 50% dos votos da enquete, refletindo a expressiva maioria de brasileiros católicos no país. A maioria dos votos ficou dividida entre os líderes evangélicos, totalizando 57.826.
Segundo o Censo 2010, em 10 anos, o número de católicos passou de 73,6% para 64,6% dos brasileiros. Em 1872, quando foi feito o primeiro recenseamento, esse percentual era de 99,7%. Em contrapartida, cresce a massa de evangélicos. Em 2000, eram 15,4% da população e no último levantamento, 22,2%, um aumento de 16 milhões de pessoas.
O que nos deixa intrigados é que o portal iG colocou apenas um padre, quando todos nós sabemos que existem outros padres populares, tais como o padre Fábio de Melo, Antônio Maria e o Monsenhor Jonas Abib, da TV Canção Nova.
Pastor Silas comenta:
Quero fazer algumas considerações sobre a pesquisa do portal iG.
1) Para começo de conversa, não me considero o pastor evangélico mais influente. Acredito que no Brasil existam entre 12 a 15 pastores de influência, e considero que eu estou entre eles.
A questão de medir a influência de alguém por voto é terrivelmente superficial. Imagine uma comunidade como a nossa, com mais de 40 milhões de pessoas, onde aproximadamente 58 mil votaram. Este índice é muito pequeno, não pode ser parâmetro para medir esta questão.
2) É importante dizer que se somos alguma coisa é, exclusivamente, por bondade e misericórdia de Deus. E segundo a Bíblia, aquele que pensa ser o maior, tem que se fazer como menor e servo. E para nós, povo de Deus, esta questão de mais ou menos influente é irrelevante.
Sabemos que o maior é Deus!
3) Eu só estou fazendo este comentário por causa deste ponto: muitas vezes não percebemos o que está por trás, os interesses políticos, econômicos e religiosos.
Esta é uma maneira subjetiva, mas com objetivos bem claros, de mostrar que os pastores evangélicos não têm a influência que muitos pensam, e com isto, influenciar setores da sociedade para não dar tanto crédito a nossa comunidade.
A prova que a pesquisa é tendenciosa e ridícula é que eles colocam um padre e cinco pastores. Qual é o resultado óbvio? Todo católico que votar, só terá uma opção, enquanto os evangélicos têm cinco.
Por que não colocaram os padres Fábio de Melo, Antônio Maria e o Monsenhor Jonas Abib?
Isto seria mais democrático e coerente. É só para provar que existe interesse em produzir notícia de que um padre é mais influente do que pastores.
4) Espero que qualquer um que queira fazer pesquisa em relação a religiosos, tenham o cuidado de ser o mais imparcial possível.
Não posso falar pelos católicos quem é o padre mais influente, mas em relação aos evangélicos, repito, não conheço o pastor mais influente do Brasil. Conheço sim, vários líderes de influência.
E são influentes não por uma construção de querer o poder, mas sim como o resultado da chamada que Deus deu.
Termino dizendo: tudo o que sou, tudo o que tenho, e tudo o que faço, é permissão de Deus. A ele toda honra, a glória e o louvor para sempre, amém!
Se quiser comentar esta pesquisa no portal iG, CLIQUE AQUI.

Compartilhe:



Mais artigos

Por que Fernanda Brum e Damares deixaram de seguir Shirley Carvalhaes no Insta?

As cantoras gospel parecem seguir o exemplo de Cassiane


Fiéis da Madureira estão preocupados com o Bispo Samuel Ferreira. Saiba porquê!

O bispo precisou passar por uma nova cirurgia em agosto de 2017


Cantora gospel que sofreu acidente grave testemunhou ter sobrevivido

A cantora gospel lançou um novo single, Sobrevivi, com participação do rapper Pregador Luo


Após susto, Fernanda Brum fala pela primeira vez sobre doença, e tranquiliza fãs

cantora gospel postou uma nota nas redes sociais, explicando aos fãs sobre o ocorrido e agradeceu pelo carinho e preocupação


Ex-cantora gospel fala abertamente sobre abandono e rejeição do pai

a funkeira afirma que ele foi criticado por todos da família, mas que de todos, o pai ficou chateado com ela


Bispo da Universal busca apoio de Pai de Santo em campanha para deputado

Ele já apresentou programas evangélicos em diversas rádios do estado do Rio de Janeiro


Confira a lista dos artistas gospel indicados ao Grammy Latino 2019

Melhor Álbum de Música Cristã, de língua portuguesa, e de língua espanhola.


Maracutaia? Longe da MK Aline Barros fica fora do Grammy pela primeira vez em anos

O interessante é que este ano, depois que saiu da MK ela não foi indicada, e fica ainda mais curioso em ver que só há integrantes da própria gravadora


Cantora gospel Marcela Taís segue internada em estado grave

Durante a madrugada mais uma nota foi divulgada nas redes sociais de Marcela com informações atualizadas


Urgente! Cantora gospel famosa sofre grave acidente de carro

A cantora gospel acabou sofrendo várias escoriações pelo corpo e uma fratura no pé