Drogas: legalizar para quem? Questiona especialista


Publicado em: 25/09/12 às 9:42 por Micael Batista


Compartilhe:
Ao discutir o tema de políticas alternativas de combate às drogas, Maria Sílvia Napolitano, coordenadora da Coordenadoria Especial de Promoção das Políticas Públicas de Prevenção à Dependência Química da Prefeitura do Rio, escreveu um texto esclarecedor no jornal O Globo desta segunda-feira (24).
Para Maria Napolitano, hoje em dia, não faltam declarações de apoio à liberação das drogas e à descriminalização de entorpecentes. Os resultados das pesquisas parecem, no entanto, não merecer a mesma importância para informar a população sobre os elevados riscos de experimentação, seja em nome do prazer, seja em busca da remoção de algum desconforto.
O discurso pela liberação vem se sustentando no fracasso da política de repressão às drogas. A posição de um país vizinho, o Uruguai, alimenta a possibilidade do nascimento do narcotráfico, favorecendo a criação de um mercado negro, com ricas vantagens impossíveis de serem controladas. Na Holanda, um dos países mais tolerantes no uso de drogas, o tráfico nunca foi banido, e usuários, após consumir a quantidade permitida por lei, procuravam a droga nas mãos dos traficantes para saciar uma compulsão crescente.
O aumento do consumo e a precocidade com que os jovens vêm experimentando variados tipos de drogas alertam especialistas numa direção comum: é preciso trabalhar na prevenção! A prevenção no sentido de educar, conscientizar o jovem para assumir atitudes responsáveis na identificação e no manejo de situações de risco que a droga pode causar e que possam ameaçar a sua dignidade.
A droga uma vez disponibilizada irá aumentar a oferta e, portanto, o consumo, indo na contramão da redução da demanda. O consumo representa um grave problema de saúde pública, com sérios prejuízos para as famílias e para o Estado. A questão fundamental é: por que um governo desejaria estabelecer e financiar um sistema que venha tornar seus cidadãos doentes e dependentes?
Não precisamos da Justiça para legalizar o caminho que conduz os jovens a uma destruição catastrófica num prazo muito curto. Avançar culturalmente na compreensão do processo de consumo de drogas significa caminhar em direção à liberação de substâncias químicas que alteram o ânimo, o comportamento e a consciência?
Como podemos chamar de evolução leis que colocam em risco a vida das pessoas? E como podemos envolver nas discussões sobre políticas públicas para o desenvolvimento sustentável o uso de drogas que colocam em perigo o discernimento essencial para salvar o ser humano de sua autodestruição?
Precisamos que legisladores e magistrados assegurem aos jovens cidadãos a certeza de encontrar amparo para o amadurecimento consciente de suas escolhas, com responsabilidade e clareza. É urgente, portanto, que ações preventivas contra o uso das drogas sejam promovidas e discutidas por todos.
Compartilhe:



Mais artigos

Padrinhos de casamento de Gabriela Rocha não estão sabendo lidar com os convites

A data do casamento ainda não foi revelada até o momento, mas segundo algumas informações obtidas pelo O Fuxico Gospel a cantora se casará no próximo sábado dia 29 de Setembro.


Solange Almeida, ex-aviões, abraça música gospel e grava sucesso de Aline Barros

Solange Almeida além de compôr a lista de artistas seculares que cantaram gospel


Convenção da Assembléia de Deus persegue e derruba canal que denunciou “falcatruas”

O Youtuber ainda denuncia a convenção de ter pago uma nota por aquele trabalho, ou seja, pagou um bom dinheiro para a empresa derrubar o seu canal


Robinson Monteiro surpreende telespectadores em programa de TV polêmico

Robinson ficou a vontade e falou coisas da sua vida que muitos pessoas não sabiam


Pastor Marco Feliciano denuncia cantores gospel e faz desabafo polêmico

Marco Feliciano criticou tal atitude e disse que essas pessoas se acham acima da média


Cantora gospel Shirley Carvalhaes é vítima de crime virtual mais uma vez

A cantora fez um alerta para os contratantes só entrarem em contato pelo número divulgado em suas redes sociais


Assessoria de Fernanda Brum divulga boletim sobre saúde da cantora gospel e fãs criam corrente

A cantora gospel sofre com Estafa, uma doença que causa extrema fadiga e esgotamento físico


Saiba mais: O que levou o pastor José Wellington a tocar trompete durante o culto?

Sem que ninguém esperasse o pastor surpreendeu a todos com a atitude inusitada


Aline Barros comemora 18 anos de aniversário de casamento

Gilmar Santos foi jogador de alguns times nacionais e internacionais, hoje ele é pastor em uma igreja no Rio de Janeiro


Depois de cantar em evento gospel, Ton Carfi prestigia luta de amigo no UFC

Ton foi um dos cantores que participaram do  Canto pela Paz em São Paulo