noticias gospel

Russomanno propõe uma igreja em cada esquina para combater crimes

Publicado em: 23/08/12 as 11:54 por Micael Batista

Compartilhe:
Celso Russomanno, candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PRB, é o preferido dos evangélicos pentecostais, com 38% das intenções de voto, segundo a pesquisa Datafolha de hoje. Em segundo lugar na preferência do segmento religioso (Assembleia de Deus, Universal, Deus é Amor, entre outras) está o candidato do PSDB, José Serra, com 25% das intenções. Russomanno e Serra empatam tecnicamente entre os católicos (31 a 28), entre os evangélicos não pentecostais (34 a 31), segmento composto pelas igrejas Luterana, Batista e Metodista.
Embora Russomanno seja católico, a direção do seu partido está nas mãos da Igreja Universal. Serra também tem buscado o apoio dos evangélicos pentecostais, chegando a criar um grupo dentro da campanha apenas para lidar com eles.
Ao mesmo tempo em que busca aprofundar a parceria com os evangélicos, Russomanno lembrou que o fundador do partido, o ex-presidente José de Alencar, era católico. O candidato do PRB afirma que o seu partido é democrático “De todos os membros do PRB, 80% são de todas as religiões, 20% são evangélicos e 6% são da igreja Universal”.
Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, nesta semana, Russomanno defendeu que a religião é uma saída para diminuir a violência em São Paulo.
“Quero o apoio de todas as igrejas, elas são importantes para a sociedade. As pessoas que não matam e não roubam é porque têm uma linha religiosa. A religião ajuda, vou preservar todas as igrejas e gostaria que em cada esquina tivesse uma igreja. É uma linha de conduta para a sociedade”, defendeu.
Ao debater a questão de a prefeitura multar as igrejas por causa do barulho ou se facilitaria a emissão de alvarás para os templos, Russomanno afirmou que “o dever do poder público é educar”. “Darei prazo para que elas se regularizarem. É uma questão de acústica”, asseverou o candidato.
Russomanno lidera a pesquisa mais recente do Datafolha, publicada na terça-feira. Ele está com 31% das intenções de voto, tecnicamente empatado com José Serra.
Compartilhe: