Marco Feliciano propõe lei para proibir sacrifício de animais em rituais religiosos


Publicado em: 26/08/12 às 1:58 por Micael Batista | Atualizado em 29/08/2017 às 23:43


Compartilhe:
O deputado federal Marco Feliciano apresentou na última semana uma proposta na Câmara para proibir o sacrifício de animais em rituais religiosos. A medida seria para coibir as práticas de crueldade contra animais que acabam sendo mortos nesses rituais.
Antes de propor o texto, Feliciano consultou a Federação Espírita do Estado de São Paulo que não reconheceu esses rituais como uma prática em seus centros. O órgão representa todos os centros espíritas do Estado, mas não representa as religiões de matrizes africanas.
Feliciano sabe que a Constituição Federal garante a liberdade de culto dizendo que o local é inviolável, assegurando assim o livre exercício da crença, mas em sua opinião é preciso fazer cumprir também o artigo 225 que estabelece como dever a defensa da fauna, flora e dos animais.
O deputado alega que é necessário criar esse projeto de lei para poder defender os animais que durante esses rituais são submetidos a maus tratos e mutilação. O projeto não tiraria a liberdade de culto, apenas impedir que animais sejam mortos.
Leia a declaração:
“Várias entidades que promovem a proteção de animais ensejam esforços para coibir tais práticas, que tipificam crueldade descabida e maus exemplos às crianças que assistem esses rituais e se tornam insensíveis ao sofrimento, até mesmo de seres humanos.
Em consulta à Federação Espírita do Estado de São Paulo, nos foi informado que aquela entidade que congrega todos os Centros Espíritas daquele Estado, não reconhece nenhum ritual que pratique o sacrifício de animais.
Nossa Constituição Federal, no Capítulo I, Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, Art. 5º, Inciso VI, diz que é inviolável a liberdade de consciência e de crença , sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias. Mais adiante, Capítulo VII, Do Meio Ambiente, Art. 225, Inciso VII, estabelece nosso dever de proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.
Combinando estes dois itens, já teríamos a legislação necessária para impedir a utilização de animais, porém, sob a prática de ritual religioso, na maioria das vezes, estão intrínsecos os maus tratos, a mutilação e até a morte destes animais, daí a necessidade da apresentação deste projeto de lei”.
Compartilhe:



Mais artigos

Cantor gospel Kleber Lucas promoverá evento em prol da união de todas as religiões

Kleber Lucas é um dos líderes da (CCIR) Comissão de Combate a Intolerância Religiosa


Em meio a crise financeira no Brasil cantora gospel ganha milhares de Reais e chama atenção

Kemilly Santos é a nova queridinha da Sony Music, entenda como a cantora de “fica tranquilo" tem deixado gravadora e empresário sem tranquilidade.


Cantor gospel flagrado aos beijos com outro homem estaria em depressão profunda

Segundo informações de amigos próximos ao cantor, ele está enfrentando uma forte crise de depressão


Chocante: Avião em que a cantora gospel Fernanda Brum viajou “quase caiu” na Bahia

A notícia foi publicada pela própria cantora gospel em suas redes sociais


Evangélicos e 13 razões para não votar em Haddad

A grande massa evangélica não apoia o candidato e nem concordam com seu plano de governo


Daniela Araújo alcança perdão e recupera número importante na sua carreira

A cantora gospel tem alcançado uma enorme recuperação apenas um ano após o maior escândalo da sua carreira


8 fatos sobre Jair Bolsonaro que os pastores insistem em ignorar

Bolsonaro lidere as pesquisas para presidente no segundo turno e tem apoio da maioria dos evangélicos


Integrante do Coral Kemuel, gay? Será mesmo?

Os rumores de que existe um integrante do Kemuel homossexual circula nos grupos de Whatsapp desde o início da semana


Urgente: Com câncer, cantor famoso clama a Deus por cura

O cantor declarou recentemente que se sente confiante na cura por Deus e comoveu os internautas


Depois de suicídio de pastores, cantores gospel contraem doenças graves. Entenda!

Ludmila Ferber, Fernanda Brum e Pregador Luo, são apenas alguns nomes dos artistas gospel famosos que anunciaram estarem doentes