noticias gospel

Reuniões religiosas perdem espaço e pastor fica fora da seleção brasileira

Publicado em: 26/07/12 as 11:47 por Micael Batista

Compartilhe:
Reuniões religiosas perdem espaço e pastor fica fora da seleção brasileira
A Seleção Brasileira de Futebol está em Londres participando nas Olimpíadas, mas ao contrário do que aconteceu nos últimos dez anos o pastor Anselmo Alves não está acompanhando o time.

Procurando pela reportagem do portal UOL, o pastor, que mora em Curitiba, explicou porque não está mais acompanhando os atletas como fazia antes. “Não tenho mais a permissão de fazer trabalhos aí [na seleção] e nenhum atleta me convidou. Então vou ficar por aqui mesmo”.
Desde que Mano Menezes assumiu a seleção a presença de líderes religiosos foi vetada nas concentrações do time. A CBF garante que não proíbe a entrada, mas em junho do ano passado a decisão do técnico que ocupou o lugar de Dunga ganhou destaque nos jornais esportivos.
Mesmo assim durante a Copa América de 2011 o pastor Anselmo ainda teve a chance de ir para a Argentina a convite do capitão Lúcio, o último jogador remanescente da turma próxima do pastor evangélico.
Sobre sua importância junto aos jogadores, Anselmo Alves explica que o esporte precisa não só de suporte físico, mas espiritual. “Não é só um suporte espiritual, mas sim emocional, psicológico, de problemas familiares”.
É esse apoio que tem levado muitos atletas, não só os que vestem a camisa da Seleção, a procurarem igrejas evangélicas. Não é raro encontrar jogadores convertidos que mostram publicamente sua decisão de fé nos jogos, fazendo agradecimentos e até mesmo estampando camisetas com frases cristãs.
Deixe sua opinião no Fala Malafaia
Compartilhe: