Igreja Evangélica usa templo em campanha politica no Rio de Janeiro – Confira…

Publicado em: 30/07/12 as 12:53 por Micael Batista
Compartilhe:
Eleições 2012 vem mobilizando um grande numero de candidatos evangélicos pelo Brasil a fora e no estado do Rio de Janeiro não é diferente, mas com um situação noticiada pelo jornal O Globo de que algumas denominações Evangélicas protestantes estariam usando suas estruturas para fazer campanha. – Clique e comente…

Candidatos ligados a igrejas evangélicas pentecostais vêm usando templos no Rio de Janeiro como comitês, publica reportagem do
jornal O Globo deste sábado. Exemplos dessa prática, que tem como alvo cerca de 20% dos 11,8 milhões de eleitores do Estado, foram encontrados na sede da Igreja Primitiva do Amor, em Nova Iguaçu, e na Assembleia de Deus dos Últimos Dias, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.
A Igreja Primitiva do Amor sediou na quarta-feira uma ação com cadastramento no Bolsa Família, preenchimento de fichas para solicitação de aposentadoria, aplicação de flúor e outras benesses que só se efetivavam mediante comprovante de residência, identidade e título de eleitor.
Segundo o pastor Raimundo Jesus, a ação ocorreu ali a pedido da Secretaria de Assistência Social. Moradores disseram que o evento promovia a candidatura de Sebastião Berriel (PT) à Câmara. O Ministério do Desenvolvimento Social diz que o cadastramento do Bolsa Família só poderia acontecer em espaços da administração municipal. A secretaria de Assistência Social de Nova Iguaçu informou que o atendimento foi feito no templo a pedido da igreja.O candidato petista não foi localizado.
Em São João de Meriti, a sede da Assembleia de Deus conta com fotos e carros de som com propaganda dos candidatos do PCdoB Waguinho, que disputa a prefeitura de Nova Iguaçu, e Allan Pereira, irmão do pastor Marcos Pereira e candidato a vereador no Rio. Durante os cultos, segundo testemunhas, o líder da ADUD faz campanha aberta para a dupla.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 40 “sacerdotes ou membros de ordem ou seita religiosa” do Rio disputarão cargos eletivos nas próximas eleições, o dobro da quantidade de pastores candidatos em São Paulo.
Deixe sua opinião no Fala Malafaia
com informação OGlobo

Compartilhe: