Sindicato questiona Ministério Público sobre ‘validade’ do ensino religioso nas escolas


Publicado em: 25/06/12 às 22:01 por Micael Batista | Atualizado em 29/08/2017 às 23:43


A partir do próximo semestre, alunos do ensino fundamental da rede municipal do Rio de Janeiro vão contar com a disciplina de religião na grade curricular. A novidade, no entanto, está causando polêmica. Tanto que o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe) está questionando o Ministério Público estadual (MP-RJ) sobre a constitucionalidade da lei.

Em entrevista à Agência Brasil, nesta segunda-feira (25), o coordenador do Sepe, professor Sérgio Paulo, disse que a iniciativa da prefeitura é inconstitucional. “Ela (a lei) tem dois problemas inconstitucionais do nosso ponto de vista: um é o de concepção, religião não pode ser ofertada obrigatoriamente em escola pública. Deve ser uma interação familiar do aluno e da aluna. Outro problema é que a lei exclui várias religiões minoritárias. Isso é um preconceito oficial”, argumentou.
De acordo com Sérgio Paulo, a lei, que foi sancionada em outubro do ano passado pelo prefeito da cidade, Eduardo Paes, fere também o princípio republicano. “Uma das coisas que caracterizou a superação do Império e início da República foi a separação da educação pública do ensino religioso”, destacou.
O professor adiantou que o sindicato já pediu ao MP-RJ que analise a constitucionalidade da lei. Segundo ele, após o posicionamento do MP, o Sepe vai começar a se mobilizar em atos para chamar a atenção da sociedade para o assunto.
Para ministrar as aulas, a prefeitura do Rio de Janeiro já contratou, por meio de concurso público, os professores para implementar o modelo, que será confessional. Em princípio, serão ministradas aulas das seguintes crenças: católica, evangélica, espírita e de religiões afro-brasileiras. As aulas serão dadas uma vez por semana e a participação dos alunos nas disciplinas será facultativa. Quem não optar pelas aulas, vai receber, no tempo vago, lições ligadas a temas como ética e cidadania.
A secretaria municipal de Educação foi procurada para falar sobre as alegações do coordenador do sindicato mas, segundo a assessoria de imprensa do órgão, nenhuma pessoa habilitada para falar sobre o assunto estava disponível.
Qual é a sua opinião sobre esse assunto? Registre o seu comentário 
* Com informações da Agência Brasil



Aniversariante do mês
Liz Lanne

Cantora

41 anos


Mais lidas

Mais artigos

Filha do apóstolo Valdemiro Santigo envergonha o pai com atitude inesperada

A pastora Raquel Santiago é apresentadora do programa Gerando Salvação e filha do líder da Igreja Mundial


Após participação em DVD gospel, Simone irrita evangélicos ao gravar funk

Simone nunca cogitou a possibilidade de abandonar a sua carreira secular para se dedicar ao gospel, atitude que também foi criticada pela comunidade gospel


Luto: Um ano após trocar de esposa, pastor é assassinado a tiros dentro de casa

A polícia investiga se a morte teve motivação passional ou se o pastor foi morto por engano


Wesley Ros comemora aniversário de 42 anos e recebe o carinho de fãs

O aniversário de Ros aconteceu nesta quinta-feira 14 de fevereiro


Neide Martins fala sobre câncer de mama e evangélicos caem no choro

A cantora segue em carreira solo, desde que o seu sobrinho optou por acabar com a dupla Alisson e Neide


Samuel Mariano desabafa nas redes sociais e crítica igrejas

O cantor se manifestou na manhã desta quinta-feira (14) e pediu socorro pela situação que viu nas igrejas


Sem perdão dos evangélicos, Simone toma decisão e é aplaudida por seguidores

Em nenhum momento ela respondeu as críticas, e preferiu cuidar da sua saúde


Priscilla Alcantara relata “visão profética” e assusta seguidores

A cantora gospel desabafou nas redes sociais durante a noite da última quarta-feira (13), e deixou os fãs e seguidores impactados


Lauriete, Ludmila Ferber, Shirley Carvalhaes; Relembre cantoras gospel que se separaram

Nos últimos 12 meses, pelo menos 3 cantoras gospel famosas se separaram, dentre elas, um já até casou de novo.


Morre irmã Nelsinha Alves, mãe do presidente da Assembleia de Deus de Pernambuco

Irmã Nelsinha Alves tinha quase 87 anos e dedicou a sua vida inteira a obra de Deus