Religiosos criticam projeto de redução de danos para aborto

“Isso não existe, nós vamos para cima”, afirmou o deputado João Campos (PSDB-GO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica.


Publicado em: 09/06/12 às 13:00 por Micael Batista | Atualizado em 11/02/2019 às 7:33

Religiosos criticam

A ideia é que mulheres que decidiram abortar sejam acolhidas na rede de saúde e recebam informações sobre alternativas, riscos e métodos.
“Isso não existe, nós vamos para cima”, afirmou o deputado João Campos (PSDB-GO), presidente da Frente Parlamentar Evangélica.
O tema será tratado na reunião da bancada evangélica na terça-feira. Campos diz que serão pedidas audiências com os ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral).
“Vamos colocar com veemência nossa posição e nossa disposição de fazer enfrentamento se o governo levar isso para frente”, avisa ele.
Há quem fale em obstrução das sessões no Congresso -como em 2011, com o “kit gay”, material para combater a homofobia nas escolas que não chegou a ser distribuído.
“Vem o Executivo, com o artifício do dano, legalizar o aborto. Estão desrespeitando o que a presidente Dilma Rousseff disse na campanha [quando se comprometeu a não mexer na lei para aprovar o aborto], diz o advogado católico Paulo Fernando Melo, vice-presidente do movimento nacional Pró-Vida e Pró-Família.
O pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, também subiu o tom. “É política de safadeza”, afirmou. “Que questão de saúde pública é essa que mata o bebê? Tem que ser para proteger os dois [mãe e filho]. É a maneira maquiada de se ensinar e motivar o aborto.”
O assunto também repercutiu na rede on-line que reúne o movimento de mulheres. “É um avanço no direito à informação, tema que vem mexendo muito com o movimento feminista”, explica Telia Negrão, do conselho diretor da Rede Feminista em Saúde.
“A informação tem que guiar a possibilidade de ação no mundo”, diz Margareth Arilha, do Núcleo de Estudos da População (Unicamp).
“Há a estratégia argumentativa de que seria incitamento ao crime, mas é o mesmo debate que existiu sobre drogas no STF. E o tribunal disse que o direito de informação, de manifestação, deveria ser preservado. Não combina mais com o Brasil essa argumentação.”
(Fonte Folha de São Paulo)


Aniversariante do mês
Liz Lanne

Cantora

41 anos


Mais lidas

Mais artigos

Filha do apóstolo Valdemiro Santigo envergonha o pai com atitude inesperada

A pastora Raquel Santiago é apresentadora do programa Gerando Salvação e filha do líder da Igreja Mundial


Após participação em DVD gospel, Simone irrita evangélicos ao gravar funk

Simone nunca cogitou a possibilidade de abandonar a sua carreira secular para se dedicar ao gospel, atitude que também foi criticada pela comunidade gospel


Luto: Um ano após trocar de esposa, pastor é assassinado a tiros dentro de casa

A polícia investiga se a morte teve motivação passional ou se o pastor foi morto por engano


Wesley Ros comemora aniversário de 42 anos e recebe o carinho de fãs

O aniversário de Ros aconteceu nesta quinta-feira 14 de fevereiro


Neide Martins fala sobre câncer de mama e evangélicos caem no choro

A cantora segue em carreira solo, desde que o seu sobrinho optou por acabar com a dupla Alisson e Neide


Samuel Mariano desabafa nas redes sociais e crítica igrejas

O cantor se manifestou na manhã desta quinta-feira (14) e pediu socorro pela situação que viu nas igrejas


Sem perdão dos evangélicos, Simone toma decisão e é aplaudida por seguidores

Em nenhum momento ela respondeu as críticas, e preferiu cuidar da sua saúde


Priscilla Alcantara relata “visão profética” e assusta seguidores

A cantora gospel desabafou nas redes sociais durante a noite da última quarta-feira (13), e deixou os fãs e seguidores impactados


Lauriete, Ludmila Ferber, Shirley Carvalhaes; Relembre cantoras gospel que se separaram

Nos últimos 12 meses, pelo menos 3 cantoras gospel famosas se separaram, dentre elas, um já até casou de novo.


Morre irmã Nelsinha Alves, mãe do presidente da Assembleia de Deus de Pernambuco

Irmã Nelsinha Alves tinha quase 87 anos e dedicou a sua vida inteira a obra de Deus