noticias gospel

Polêmico deputado Jair Bolsonaro afirma: “Evangélicos não vão votar no pai do kit gay”

Publicado em: 20/06/12 as 16:13 por Micael Batista

Compartilhe:
Polêmico deputado Jair Bolsonaro afirma: “Evangélicos não vão votar no pai do kit gay”

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), conhecido nacionalmente por suas posturas polêmicas contra os ativistas gays, possui em seu gabinete na Câmara dos Deputados um espaço denominado por ele como “mural da vergonha”.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, a aliança política entre o principal líder político do Partido Progressista, deputado federal Paulo Maluf, e o ex-presidente Lula (PT-SP) para apoiar o candidato Fernando Haddad nas eleições municipais, teria colocado Bolsonaro em uma situação constrangedora.
O principal personagem do “mural da vergonha”, do deputado Bolsonaro, é Fernando Haddad, ex-ministro da educação e um dos entusiastas do polêmico Kit Gay, que seria distribuído nas escolas públicas de todo o Brasil.
Segundo o jornalista responsável pela coluna Radar On-Line, Bolsonaro teria sido perguntado sobre a aliança política, e se iria tirar a foto de Fernando Haddad do “mural da vergonha”, ou se colocaria uma imagem do líder do PP, Paulo Maluf, ao lado da foto do ex-ministro.
A resposta, segundo Jardim, teria sido: “Colocar a foto do Maluf é sacanagem. Vou é aumentar a foto do Haddad. O PP pode apoiá-lo, mas os evangélicos não vão votar no pai do kit gay”, respondeu.
Fonte: Gospel+
Compartilhe: