Marco Feliciano entra com representação contra filme brasileiro


Publicado em: 09/06/12 às 12:58 por Micael Batista


Compartilhe:

O deputado federal Marco Feliciano, enviou notificação à Polícia Federal e a Vara da Infância e da Juventude, contra a Globo Filmes, pelo trailer da comédia “E Aí, comeu?”, que estreia dia 22 de junho.
O filme com Bruno Mazzeo, Marcos Palmeira e Emilio Orciollo, aborda o relacionamento sexual. Três amigos discutem em uma mesa de bar sobre suas crises sentimentais. O filme é dirigido por Felipe Joffily e tem a participação de Dira Paes, Seu Jorge, Murilo Benício, Tainá Müller e Katiuscia Canoro, entre outros.

Para o Pastor Marco Feliciano o filme deve ser proibido para menores de 18 anos. “A liberação dessa obra que se mostra bem obrada, para menores de 14 anos, demonstra a clara intenção de banalizar os costumes com jargões de duplo sentido”, comentou Marco durante discurso na Câmara dos Deputados.
“Nessa propaganda, apenas pela sinopse já se tem ideia do conteúdo manifestamente impróprio para menores, adolescentes de 14 anos e abaixo de 18 anos”, disse.
No trailer do filme também aparece uma criança questionando em meio à discussão de um casal “o que é tezão?” e comentando “Também quero tezão”.
“Vou notificar o Ministério Público do Menor e a Policia Federal, para que juntamente com o Conselho Tutelar, tome enérgicas providencias no sentido de responsabilizar os produtores desse filme para explicar a exposição dessa criança à situação que a meu ver vilipendia sua inocência”, concluiu o deputado.
Marco Feliciano encaminhou a Ivone Ferreira Caetano, Juíza Titular da Vara da Infância e da Juventude e ao senhor Valmir Lemos de Oliveira, Superintendente da Polícia Federal, cópia de seu discurso na Câmara, pedindo orientação de que tipo de providencia pode ser tomada.
Leia a integra do documento:
Estou encaminhando, em anexo, cópia de pronunciamento que realizei no dia de hoje, manifestando repúdio à propagandas enganosas na TV que, com palavras de baixo calão, acabam expondo as crianças e originando situações de embaraço e constrangimento nas famílias e escolas.
Considerando a relevância do assunto, solicito a Vossa Excelência a gentileza de apurar se situação como esta caracterizaria “ilícito penal” e, se for o caso, quais providencias poder-se-ia tomar.
Ao ensejo, agradeço a atenção e me coloco meu gabinete a disposição para colaborar em tudo que estiver ao meu alcance.
Atenciosamente,
Pr. Marco Feliciano
Deputado Federal PSC/SP
Compartilhe:



Mais artigos

Pastora Ludmila Ferber mostra cabeça após queda de cabelo e faz confissão emocionada

Pela primeira vez após revelar estar com a doença, a pastora mostra o efeito da quimio em seu cabelo


Saiba quais são os cantores gospel famosos que estão enfrentando doenças graves

Os casos acabaram acontecendo quase ao mesmo tempo e deixando muita gente preocupada


Ouça a musica gospel que pode virar um “hino” na luta contra a depressão

Leandro Prado é CEO da Observ Design


Malafaia inaugura restaurante da filha e detalhe causa polêmica

No restaurante da filha do pastor, foi instalada uma adega e isso despertou a ira dos críticos


Pregador famoso é flagrado usando transporte público e mostra que é gente como a gente

Mesmo com carro na garagem, muitas vezes ele usa ônibus ou metrô para atender alguns compromissos


Ex-artista da Globo volta ao evangelho e anuncia retorno a música gospel

Ele foi vice-campeão do quadro "Iluminados", no Domingão do Faustão da Globo


Vice-presidente da Assembleia de Deus de Pernambuco grava vídeo e se defende de acusações

O pastor alegou que falsificaram um documento e atribuíram a sua pessoa


Pastor Silas Malafaia sai em defesa de Marcelo Crivella: “Tudo armação”

Crivella desmente as acusações, e afirma que sentença do juiz do Rio não se baseia nos fatos


“FUI CURAR E FUI CURADA”diz cantora Eyshila após visitar a pastora Ludmila Ferber que está com câncer

Eyshila se surpreendeu com a determinação e a garra da pastora


“Vice presidente da Assembleia de Deus Madureira faz alerta grave sobre “ré-te-té”

A palavra reteté ficou muito conhecida e popular entre os evangélicos pentecostais