noticias gospel

Jocum na Parada Gay de SP: evangelismo e amor ao próximo

Publicado em: 15/06/12 as 18:28 por Micael Batista

Compartilhe:


Missionário ora com participante da Parada Gay de São Paulo
Um grupo de cerca de 80 missionários cristãos da mobilização Jovens Com Uma Missão (Jocum) esteve na Parada do Orgulho LGBT no último domingo (10) na Avenida Paulista, em São Paulo. O objetivo foi evangelizar mostrando amor e respeito aos homossexuais participantes do evento.
“Atuamos de forma simples, procurando não ofender os homossexuais e sem usar o ‘evangeliquês’”, explicou Marcelo Eduardo de Oliveira, vice-líder da base missionária em São Paulo, sobre o jargão utilizado por muitos evangélicos, segundo o Gospel Voice.

Missionários também ajudaram pessoas alcoolizadas
De acordo com a publicação evangélica, a equipe atuou com o que chamou de “promoção humana”, que incluiu ajudar pessoas alcoolizadas, auxiliar na tradução para estrangeiros e orientar crianças perdidas. “Queremos mostrar o amor às pessoas, da mesma maneira que Jesus fazia”, definiu.
Não foi possível determinar o número de conversões durante a iniciativa. Oliveira explicou que muitas vezes não há um retorno imediato. Ele acrescentou que após o encontro, eventualmente alguém procura os missionários e relata que teve um encontro pessoal com Cristo. Nesses casos, a pessoa é encaminhada para uma igreja para que seja discipulado e acompanhado.

“Queremos mostrar o amor às pessoas, da mesma maneira que Jesus fazia”, disse Marcelo Eduardo, vice-líder da Jocum SP
A ação, que já é realizada há dez anos durante o evento voltado ao público homossexual, é conhecida como “impacto evangelístico”. Nos dois últimos anos, a missão atuou com autorização da direção do evento.
A Jocum já realizou outros “impactos” em eventos como o Rodeio de Barretos, no interior de São Paulo, e outros voltados a devotos católicos, como a festa do padre Cícero no sertão nordestino e também as romarias da cidade de Aparecida.
O grupo confirma a intenção de cumprir os ensinamentos de Cristo, por meio do versículo: “No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor” (1 João 4:18)
Compartilhe: