Jean Wyllys afirma que cristãos apoiariam o governo do Irã se este “massacrasse apenas os homossexuais”


Publicado em: 27/06/12 às 20:18 por Micael Batista | Atualizado em 29/08/2017 às 23:43


Compartilhe:
Jean Wyllys afirma que cristãos apoiariam o governo do Irã se este “massacrasse apenas os homossexuais”

O deputado federal Jean  Wyllys (PSOL-RJ) usou o Twitter para criticar o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad e os cristãos brasileiros.
Em sua publicação, o ativista gay afirmou que “fundamentalistas cristãos brasileiros só estão protestando contra Ahmadinejad porque este também não tolera outras religiões no Irã! Mas, aqui no Brasil, os fundamentalistas cristãos também não toleram os adeptos do Candomblé e da Umbanda, logo, se parecem com Ahmadinejad! Se Ahmadinejad massacrasse apenas os homossexuais, os fundamentalistas cristãos no Brasil certamente estariam apoiando o teocrata iraniano”.

O presidente do Irã, conhecido por suas posturas polêmicas e defesa do islamismo, afirmou em 2011, durante discurso na ONU, que em seu país não existiam gays. A imprensa internacional já relatou casos de enforcamentos de pessoas acusadas da prática homossexual pelo governo do Irã.
Segundo Paulo Teixeria, colunista do Gospel+ e do Holofote.Net, “Jean Wyllys perdeu uma grande chance de usar a tribuna da Câmara dos Deputados para expressar repúdio à brutal morte de homossexuais no Irã. Além disto, o ex-BBB deveria ter conclamado seus seguidores e admiradores, de todo o Brasil, a organizarem eventos no Rio e em outros estados, pedindo ao governo do Irã o fim das mortes dos gays”. Teixeira afirmou ainda que o deputado “preferiu a omissão, a covardia e o egoísmo, típico dos movimentos gays que só pensam em suas causas”.
Teixeira critica ainda a postura de Jean Wyllys em relação aos cristãos como um todo: “O deputado tem como prática, rotular, com viés pejorativo, os cristãos de ‘fundamentalistas’. No entendimento dele, qualquer cristão que se respalda na Bíblia para afirmar que a prática do homossexualismo é pecado, é um fundamentalista, um ‘homofóbico’, afirmou.
Fonte: Gospel+
Compartilhe:



Mais artigos

Assembleia de Deus em Pernambuco celebra 100 anos de existência

A Assembleia de Deus em Pernambuco foi fundada em Outubro de 1918 por missionários da Suécia


Vândalos picham igreja evangélica durante manifestação pró-Haddad

Além das pichações nos muros da Igreja, os militantes proferiram, em voz alta, palavras de baixo calão


Missionária “modinha” ostenta roupa, make e jóias no Insta e ganha a vida nas igrejas

Renalida Carvalho também se apresenta como cantora gospel


Fernando Haddad é acusado de profanar um dos símbolos mais importantes para o cristianismo

O ato aconteceu em seu último discurso que foi realizado em uma praça na cidade de Fortaleza


Depois do culto Kleber Lucas quebra protocolo e abençoa bar

Ultimamente Kleber não tem se importado com as críticas, o cantor está sempre envolvido em alguma polêmica


Apóstolo Agenor Duque comemora 40 anos e recebe homenagem do pastor Benny Hinn

O pastor é um velho amigo de Agenor Duque, e já esteve na (IAPTD) ministrando a pedido do apóstolo


Cantor gospel Kleber Lucas se posiciona contra Bolsonaro e manda indireta

O posicionamento do cantor criou um mal-estar com a maioria dos seus seguidores


Sem novidade, música gospel fecha 2018 com saldo negativo

O último sucesso do meio gospel foi a música Fica Tranquilo, da cantora gospel Kemilly Santos


Curada? Pastora Ludmila Ferber faz comunicado importante e internautas comemoram

Ludmila Ferber usou o seu Instagram para anunciar as boas novas e agradeceu a todos pelas orações


Cantor gospel Kleber Lucas promoverá evento em prol da união de todas as religiões

Kleber Lucas é um dos líderes da (CCIR) Comissão de Combate a Intolerância Religiosa