Ex-presidente do Banco do Vaticano teme ser morto pela Igreja Católica


Publicado em: 11/06/12 às 21:06 por Micael Batista


Compartilhe:


Gotti Tedeschi teme ser morto por integrantes da cúpula do Vaticano
Economista e ex-presidente do Banco do Vaticano, Ettore Tedeschi, entregou, para amigos, relatórios com as irregularidades da instituição. Ele teme ser morto por alguém da cúpula do Vaticano desde que começou a investigar algumas contas numeradas do banco, que seriam de dinheiro sujo de empresários, políticos e integrantes da máfia.

O economista Ettore Gotti Tedeschi, 67, ex-presidente do Banco do Vaticano, elaborou um relatório sobre as irregularidades da instituição para ser entregue a dois de seus amigos, um advogado e um jornalista do Corriere della Sera, caso ele venha a ser assassinado. A informação é do jornal El País.
A convite do papa Bento 16, de quem é amigo, Tedeschi, membro importante da ordem ultraconservadora Opus Dei, assumiu em 2009 o Instituto para Obras Religiosas (nome oficial do Banco do Vaticano) com a missão de tornar transparentes os seus demonstrativos, o que era (e continua sendo) uma exigência de instituições financeiras internacionais, de modo a evitar a lavagem de dinheiro.
O economista foi demitido sumariamente em maio, um dia depois da detenção de Paolo Gabriele, mordomo do papa, e apontado como um dos responsáveis pelo vazamento de documentos confidenciais do Vaticano.
A rede de intriga na Santa Sé que tem vindo à tona se apresenta tão densa, que, só pelo noticiário, é difícil localizar o seu eixo.
Fala-se que, além do dinheiro sujo do Banco do Vaticano, está em jogo o cargo de dom Carlo Maria Viganò, responsável pelo pelas aquisições de suprimentos – ele estaria atolado em casos de corrupção.
Há ainda uma versão de que tudo faz parte de um plano para assassinar Bento 16 e antecipar, assim, a sua substituição. Um dos inimigos de Tedeschi é o cardeal Tarcísio Bertone, secretário de Estado e um dos cogitados para suceder Bento 16, que está com 85 anos.
Se tantas implicações fossem apresentadas em um filme sobre o Vaticano, alguém poderia dizer que se trata de um enredo por demais fantasioso.
Pablo Ordaz, correspondente em Roma do El País, escreveu que o Vaticano teme que o relatório confidencial de Tedeschi venha a ser investigado pelo Ministério Público italiano, expondo a feroz luta pelo poder que ocorre na hierarquia da Igreja Católica, além da lavanderia que é o Banco do Vaticano.
Na última sexta-feira (8), a propósito do vazamento de documentos, a Santa Sé divulgou uma nota onde afirma ter confiança nas autoridades judiciais italianas, mas que a soberania do Vaticano precisa ser respeitada.
“A Santa Sé (…) está analisando com muito cuidado a nocividade possível das circunstâncias”, disse a nota. Para o El País, esse trecho quis dizer: “Não se metam em nossos assuntos”.
Qual é a sua opinião sobre essa matéria? Registre o seu comentário
Compartilhe:



Mais artigos

Kleber Lucas vai de Batman à festa e sua esposa choca com fantasia polêmica

A festa aconteceu em comemoração ao aniversário de uma amiga do casal


Bruna Marquezine “vai aos prantos” durante apresentação de cantor gospel em culto evangélico

Bruna Marquezine caiu no choro ao ouvir o cantor gospel Fernandinho cantar a frase "Deus é bom pra mim"


Pastora Ludmila Ferber mostra cabeça após queda de cabelo e faz confissão emocionada

Pela primeira vez após revelar estar com a doença, a pastora mostra o efeito da quimio em seu cabelo


Saiba quais são os cantores gospel famosos que estão enfrentando doenças graves

Os casos acabaram acontecendo quase ao mesmo tempo e deixando muita gente preocupada


Ouça a musica gospel que pode virar um “hino” na luta contra a depressão

Leandro Prado é CEO da Observ Design


Malafaia inaugura restaurante da filha e detalhe causa polêmica

No restaurante da filha do pastor, foi instalada uma adega e isso despertou a ira dos críticos


Pregador famoso é flagrado usando transporte público e mostra que é gente como a gente

Mesmo com carro na garagem, muitas vezes ele usa ônibus ou metrô para atender alguns compromissos


Ex-artista da Globo volta ao evangelho e anuncia retorno a música gospel

Ele foi vice-campeão do quadro "Iluminados", no Domingão do Faustão da Globo


Vice-presidente da Assembleia de Deus de Pernambuco grava vídeo e se defende de acusações

O pastor alegou que falsificaram um documento e atribuíram a sua pessoa


Pastor Silas Malafaia sai em defesa de Marcelo Crivella: “Tudo armação”

Crivella desmente as acusações, e afirma que sentença do juiz do Rio não se baseia nos fatos